Nada de stalkear seu ex

Nada de stalkear seu ex
Avalie esse artigo

O término de um relacionamento não é nada fácil. Existe um caminho tortuoso a percorrer, com altos e baixo, até se chegar a etapa do “finalmente estou bem”. Dentre os desafios a superar, temos a famosa mania de stalkear diariamente o ex – pausa dramática. Eu sei, tu sabe, todos nós sabemos que não faz bem, que faz sofrer, mas como evitar? Desapegar total é uma tarefa diária que exige muita força de vontade, mas não é nada legal stalkear ex. Descubra o motivo a seguir:

1. É um comportamento nocivo

Vamos ao que interessa, stalkear o ex é um comportamento prejudicial a sua saúde emocional, que pode refletir na saúde física, trazendo danos sérios para a sua qualidade de vida. Tu perde a vontade de comer (já pensou?!), de fazer as coisas que gosta, de sair e viver a vida. Eu sei que é preciso viver a fase do término e isso é muito importante pra superação, mas tenha uma data de validade para este luto.

Você não pode permitir que sua tristeza perpetue e, pior, instigar essa dor através da constante perseguição do que seu ex faz ou deixa de fazer. Evite! O ato de stalkear só prolonga a sua dor. Lembre-se: para que sua vida avance, você precisa abrir mão desse sofrimento – e isso só dependente de você.

2. Te machuca

Stalkear compulsivamente te machuca – e muito. Eu sei, você sabe, suas amigas já te falaram isso e, mesmo assim, você não para. É um ciclo doloroso onde você vê o que não gosta e depois se sente um lixo. Pense mais em você, no que este pequeno ato pode te fazer, no quanto ele pode te afetar, coloque-se em primeiro lugar e comece a se afastar do que te machuca, do que te faz mal.

3. Você fica bitoladona

Senhor como é horrível essa sensação, né? Checar de cinco em cinco minutos TODAS as redes sociais da criatura, verificar o tempo todo se ele tem novos seguidores, se começou a seguir alguém, quem curtiu o que, unir as curtidas com as datas, as palavras soltas, os “kkk’s” mal intencionados e por aí vai…

Meu trabalho aqui é te falar a verdade, e todo esse caos, minha cara, te faz uma verdadeira prisioneira, bitolada maluca e muito, mas muito chata. De repente, você só pensa sobre isso, respira isso, fala pra todas as suas amigas o que ele anda fazendo e manda print adoidado, você vivi em função disso, a Sherlock Holmes da parada.

À princípio, aquela olhadinha de leve pode até parecer inofensiva, “ahh não tô fazendo nada mesmo, bora fuçar”, mas quando você menos esperar, está completamente obsessiva em encontrar qualquer coisa. Pare agora, comece a sua reabilitação, se policie constantemente, quando der aquela vontade, afaste-se do celular na mesma hora e vá fazer outras coisas, ocupe a mente e viva um dia de cada vez.

4. Se torturar não vai adiantar nada

Pois é, não vai adiantar nada, porque ficar se magoando? Hein? Assim o ciclo nunca será rompido, você fuça o boy, vê o que não quer, chora, sofre, se culpa, se acha uma trouxa e tudo isso pra quê? Você nunca saíra dessa se não se colocar em primeiro lugar e dar um basta nessa tortura diária que, no final das contas, não vale a pena. Pense nisso e comece a se valorizar e a acreditar que você não merece passar por isso.

5. Sua mente pode ser sua maior inimiga

Nossa imaginação pode alçar patamares inimagináveis, muitas vezes nem é aquilo tudo que você está imaginação, mas a partir do momento que você vê algo suspeito, sua mente começa a trabalhar a mil por hora e aí a merda tá feita. Você faz varias suposições, as caraminholas estão a todo vapor, e tu fica como?! Fula da vida, chateada, triste, chora, esperneia, se acha uma trouxa…  Sendo que não, tua mente esta maquinando tudo e isso te leva a um longo ciclo de sabotagem. Amiga, apenas pare!

6. O que os olhos não veem o coração não sente

A frase clichê é bem da verdadeira. O que você não vê no Facebook e no Instagram, você não sente absolutamente nada. Sua mente não cria caraminholas e a vida segue em paz e feliz da vida, só que não né?. A gente não consegue ficar quieta e deixar a banda passar, a gente fuça, segue, persegue e quer saber timtim por timtim. O melhor a se fazer é dar aquela freada maluca na perseguição rumo ao desconhecido do que o boy deixa ou não de fazer. É um processo diário que exigirá comprometimento da sua parte e muita desencanação, é difícil, mas não impossível.

7. Ficar presa no passado não te fará bem

Ficar stalkeando freneticamente o boy é reviver excessivamente o passado e isso pode ser catastrófico, pois te reduz a lamentações que nada contribuem para o seu bem-estar e felicidade, é simplesmente tóxico. Eu sei que é difícil evitar, que dá vontade de gritar, implorar e vomitar tudo, e, quando você menos percebe, já tá lá com a telona na página dele, olhando as fotos, vídeos, posts e tudo o mais, mas este retorno ao passado é um processo que te estagna, você fica presa sem conseguir avançar e progredir em direção a soluções que poderão te tirar dessa fossa.

A sua reestruturação precisa vir de dentro pra fora, com muita força de vontade, comece a aceitar o termino e que o boy não faz mais parte da sua vida, o que ele faz ou deixa de fazer não lhe diz mais respeito e assim começará a se reenergizar para continuar seguindo.

8. Você vai sobreviver

Primeiramente: VOCÊ VAI SOBREVIVER! Segundamente: VOCÊ VAI SAIR DESSA!

É só uma fase ruim da vida na qual, todos nós já passamos ou vamos passar um dia. É clichê, mas só o tempo pode curar este período trevoso do pós término de um relacionamento. Eu sei, você ainda gosta, sente muuuuita saudade e só queria que este paspalho enxergasse o mulherão que você é e caísse na real que vocês foram feitos um para o outro.

Pois é, mas a vida não é fácil e nem sempre as coisas acontecem da maneira que queremos. Hoje você pode chorar, gritar aos quatro cantos, mas toda essa dor, tristeza e saudade vão passar e você sairá renascida como uma fênix (uebaa). Tem uma frase que gosto muito que cabe muito bem neste tópico “nem tudo que você perde, é uma perda”. VOCÊ VAI SOBREVIVER!

9. Você precisa seguir em frente

Se seu ex está postando diversas fotos no insta, saindo de segunda a segunda e escancarando ao mundo que está curtindo adoidado, só tenho uma coisa a dizer: ELE ESTÁ SEGUINDO A VIDA DELE E VOCÊ DEVERIA FAZER O MESMO. Não tô dizendo pra você estampar a sua felicidade nas redes sociais com a musiquinha da Xuxa com a legenda “eu tô feliz, eu tô feliz, eu tô auto astral”. Não, não é isso.

Tô dizendo que você precisa parar de focar no que ele faz e começar a focar no que você faz ou deveria fazer. Sair, se divertir, curtir, voltar a ler os livros encalhados na sua estante, rever os amigos que há tempos não vê. Siga sua vida, mulher. E este “seguir” pode ser em uma balada ou comendo pizza em casa com os amigos.

Não vamos especular os motivos dele esbanjar tanta felicidade nas redes sociais, a questão é que, bem ou mal, ele tá seguindo a vida dele e você precisa seguir a sua. Cada um tem o seu modo de seguir, seja pegando geral, seja ficando em casa lendo um bom livro, ouvindo música, indo ao cinema, praticando esporte, uma atividade artesanal, enfim, encontre o seu modo de seguir em frente, o modo que irá lhe ajudar a passar por essa fase. Lembre-se, gata, ele é só mais um cara e você já superou coisas bem piores, né não?! Então, vida que segue!

E depois desses nove bons motivos, só tenho a dizer: CUIDE-SE! O melhor a fazer neste momento é se afastar de tudo que te impede neste processo de superação. Larga o celular, se preciso, coloca dentro da geladeira, fique um tempo longe das redes sociais e concentre-se somente em você. Foque em suas atividades, saia com a família e os amigos, aprenda algo novo… Desacelera, se reorganize e cuide da sua alma, mente e coração.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: