Não se case até que saiba responder essas 10 perguntas    

Não se case até que saiba responder essas 10 perguntas    
Avalie esse artigo

Com certeza você conhece ou já ouviu falar de algum casal que parecia perfeito um para o outro, tinha tudo para dar certo, mas depois de pouquíssimos anos juntos ou até meses de casamento, acabam se divorciando.

Isso não é o certo e não devia ser assim. Para que isso não aconteça é preciso estar preparado e ter certeza do que está fazendo, da responsabilidade que se está assumindo. O nível de comprometimento de cada um tem que ser muito seguro para poder se manter mesmo depois das maiores dificuldades.

Muitas vezes questões como crenças, filhos, educação, fidelidade, dinheiro, carreira precisam ser correspondidas e é preciso entrar em acordo sobre elas antes de qualquer coisa. Por conta disso, veja aqui algumas perguntas que você precisa responder sinceramente antes de pensar em se casar.

Ver também: NAMORO CRISTÃO: COMO DEVE SER?

1 – Os dois desejam ter filhos?

Se o seu sonho é ter aquela casa cheia de filhos, é bom que você encontre um parceiro que também deseje o mesmo. Não é depois de casados que você vai conseguir convencer aquele que não quer ter filhos a ter. Muito menos você conseguirá fazer alguém abrir mão desse sonho.

2 – Se querem ter filhos, quantos filhos pensam em ter?

É preciso planejamento, planejar a família antes mesmo de casar. Assim se está pronto para qualquer eventualidade. Certo que acidentes acontecem, mas o casal precisa ter noção e um acordo do que cada um quer e o que deseja, principalmente se tratando de um número de filhos e como será a paternidade. É bom já começar a pensar nisso mesmo para quem ainda não tem um parceiro.

3 – Qual a importância de uma religião na vida de vocês?

É muito importante que vocês acreditem na mesma coisa ou tenham crenças em comum. Se vocês não tiverem, estará tudo bem? Ou isso pode gerar algum tipo de atrito? Seus filhos serão criados de que forma? Seguindo qual das crenças? Que princípios terão? É…é preciso estar ciente de tudo o que pode envolver um casamento.

4 –Uma vida viajando ou um lugar fixo?

Tem quem se sinta aprisionado morando sempre no mesmo lugar ou tendo planos que não permitem que se desloquem. É preciso pensar que se desejam então viajar, quem irá pagar tudo? Como irão fazer com o trabalho? Tudo deve estar definido antes de chegarem no altar.

5 – Quão importante uma vida organizada e limpa é para cada um?

Parece muito bobo, mas casamentos chegam sim ao fim por questões como uma toalha molhada em cima da capa, roupas e sapatos espalhados pela casa, pratos sujos que nunca são lavados.

Então é preciso definir quão importante é a organização e manutenção da casa para cada um, para que os dois tenham compromissos e tarefas para manterem a casa. Não tem como se adequar quando um é maníaco por limpeza e o outro não se importa com a sujeira. É preciso estarem de acordo.

6 – Quem é responsável por manter as finanças?

Hoje em dia não existe muito disso, normalmente os dois acabam trabalhando. Mas por muitos anos a responsabilidade financeira da casa era do homem. Hoje existem homens que gostam de ficar em casa e cuidar dela, enquanto suas esposas trabalham.

No entanto, também há homens que não gostam e não permitem que suas mulheres trabalhem e pior ainda se ganhem mais do que eles. Vocês precisam conhecer um ao outro dentro dessas questões para poderem planejar como será a vida em família a partir de então.

7 – Quais as metas financeiras do casal?

Vocês precisam no mínimo ter metas financeiras parecidas. É ideal definirem essas metas no caso de vocês quererem adquirir diploma de ensino superior, quão importante é a carreira que querem seguir e como lidar se a carreira acabar ocupando um espaço muito grande na vida do parceiro.

Se esse espaço for tão grande que ocupe o lugar da família, da casa é preciso ser levado em consideração se o outro estará tranquilo em relação a isso. Devem traçar metas em relação a investimentos, poupança, casa própria, carro, educação dos filhos, entre outras. Nem tudo deve estar cem por cento definido, mas é bom ter uma noção sobre as coisas e saber o que cada um tem em mente.

8 – Há algum problema em relação a saúde e a cuidados?

Vocês dois concordam com a forma que se alimentam? Gostam de fazer exercícios? Possuem a mesma visão sobre cigarro, bebidas e outras substâncias? Se não concordam, o que vocês podem fazer para chegarem em uma posição que não gere futuras brigas? Quão importante para cada um é ter uma saúde e hábitos saudáveis?

9 – Como é o relacionamento do parceiro com a família um do outro?

Será que vocês se dão bem com os sogros que tem? São amigos dos cunhados? Ou existe algum tipo de problema que precisa ser resolvido? Os filhos irão crescer próximos dos avós? Isso é muito importante e precisa ser resolvido antes de planejarem muita coisa.

10 – Vocês são fisicamente atraídos um pelo outro?

Você e o seu parceiro devem se amar igual, sentir a mesma atração e desejos um pelo outro. Se não for dessa forma, a vida sexual de vocês terá problemas e pode até ser o motivo da separação. Vocês firmam um compromisso quando dizem querer passar o resto da sua vida um com o outro e isso significa ficarem juntos até a velhice e a morte.

O tempo muda as pessoas e isso é bem óbvio. Mas vocês estão dispostos a se dedicar mesmo quando as rugas começarem a aparecer, a barriga crescer, os cabelos caírem, o corpo começar a ficar flácido? Até mesmo quando as doenças surgirem e as dificuldades que só o tempo traz?

É preciso se comprometer a ficar juntos para sempre, prometendo fidelidade absoluta um ao outro. É importante que o sentimento de atração seja válido e mutuo e que dure para sempre. Assim que os problemas surgem, é que as bases se balançam.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: