Necromaquiagem e suas origens.

Necromaquiagem e suas origens.
Avalie esse artigo

Preservar o corpo era uma preocupação que a espécie humana demonstrava desde a pré-história (período da história antes do surgimento da escrita) onde os povos se importavam com o destino dos restos mortais dos entes pertencentes ao seu grupo. Várias foram as maneiras encontradas para conseguir um efeito que alcançasse êxito.

Como era os rituais antigos de conseração corporal?

O embalsamento dos corpos  é uma técnica que vem desde os egípcios, onde só as pessoas ricas tinham acesso, pois segundo as crenças os Faraós alcançariam a vida eterna e se tornariam deuses, e por conta disso mereciam cerimônias glamorosas.

O ritual egípcio de mumificação era o seguinte: Primeiro as vísceras eram retiradas por incisões e guardadas em um vaso chamado canopo. O corpo era desidratado com sal grosso, lavado com perfumes e forrado com tecidos.

Depois as incisões eram fechadas com placas de ouro e o corpo, começava a ser enfaixado pelos dedos com metros de bandagens embebidas em betume, substância pastosa feita de petróleo. Por último, a múmia era colocada em um caixão e guardada numa tumba, onde o corpo permanecia preservado por milhares de anos.

Ver também: O modo errado de aplicar cosméticos nos olhos pode causar rugas 

Necromaquiagem no Brasil:

Atualmente a necromaquiagem é supervalorizada, tornando-se em uma profissão, e de altos rendimentos. Aqui no Brasil os rituais de festas não são comuns, mas as pessoas procuram muito esse serviço, para que a morte não pareça algo tão mórbido.

A necromaquiagem, tal qual o nome já diz, prepara e recupera as feições da pessoa falecida, minimizando os efeitos de prolongados períodos de enfermidade, devolvendo-lhe aparência e tons naturais, limitando-se às partes visíveis do corpo -geralmente a face, cabelos, os braços, mãos e unhas. Os mortos são caracterizados como viviam, a maquiagem é natural ou corretiva (em caso de acidentes, afogamentos etc).

A Necromaquiagem utiliza maquiagem convencionais, materiais importados e algumas técnicas de reparação facial para disfarçar rupturas cutâneas, edemas, etc. O profissional que atua com necromaquiagem é o necromaquiador. Este profissional pode atuar por conta própria ou em funerárias, cemitérios, necrotérios, entre outros.

Tanatopraxia e a Necromaquiagem:

Outra profissão intimamente ligada a necromaquiagem é a tanatopraxia que consiste em  procedimento de preparação do cadáver para o velório ou funeral, assim o corpo não sofrerá, pelo tempo solicitado pelos familiares, as decomposições naturais, como apodrecimento de partes, vazamento de fluidos ou ataque de insetos.

Um dos objetivos da tanatopraxia é evitar que o cadáver se transforme em um perigo em potencial para a higiene e saúde pública, pois, foi possível registar numerosos casos de acidentes infecciosos provocados por restos mortais, principalmente nos séculos  passados onde não era feita a correta Asepxia. As bactérias não patogénicas ficam num ser vivo mesmo após sua morte.

Para retardar a decomposição do corpo é utilizada a técnica de aplicar injeções de produtos bactericidas, com o objetivo de destruir as bactérias existentes e também de estabelecer um ambiente asséptico capaz de resistir a uma invasão microbiana. O formol também é utilizado como agente conservador.

Corpos mutilados também recebem tratamentos de restauração e cosmética para tentar restituir o aspecto natural dos traços do cadáver com o objetivo de atenuar o sofrimento dos familiares.

Quem pode executar um procedimento de tanatopraxia?

Clínicas especializadas com laboratórios próprios e licenciados e profissionais técnicos, habilitados em necropsia e tanatopraxia dentro das normativas da Anvisa (Agência Nacional da Vigilância Sanitária).

Qual é o tempo de duração do processo de Tanatopraxia?

Considerando que o corpo já esteja na clinica especializada, o tempo médio do procedimento é em torno de uma hora, dependendo da complexidade do trabalho a ser executado. Deve-se levar em consideração o transporte até a clínica que vai variar de acordo com a localidade até a cerimônia de velório.

Qual é o custo da Tanatopraxia ?

O custo pode chegar a até R$1.500,00 dependendo do trabalho executado e também a lugar onde este procedimento está sendo realizado. Há lugares que incidem taxas e impostos que são cobrados e pode haver variação dos valores.

Como é realizada a Tanopraxia?

O primeiro passo é a higienização do corpo, feita através de equipamentos como a bomba injetora, bomba aspiradora e produtos que fazem a conservação do corpo para o tempo necessário de transporte ou velório. Os produtos químicos também são responsáveis pelo retorno da coloração natural do corpo e pela fixação dos órgãos e tecidos, ajudando no retardamento da decomposição corporal.

Todo esse procedimento é feito no Tanatório (ambiente próprio para a prática), com os equipamentos necessários, sistema de esgoto com fossa séptica para evitar a contaminação, entre outros. O preocesso deve ser feito pelo Tanatopraxista que é o profissional devidamente preparado e qualificado.

Como se tornar um tanatopraxista:

A pessoa interessada em ser um tanatopraxista deve fazer um curso que dura em média uma semana. O curso abrange três tópicos: tanatopraxia, restauração fácil e tanato avançada. O curso custa em torno de R$1.900.

Estética, necromaquiagem é tanatopraxia:

O mercado da estética abrange várias áreas, oportunizando o profissional de Cosmetologia e Estética a atuar em diversos segmentos como a estética corporal, facial, capilar, anexos cutâneos e muitas outras. Dentre essas opções também podemos enquadrar a área funerária, com a Tanatopraxia e Necromaquiagem.

Este mercado de trabalho gera uma renda considerável e uma carreira apesar de peculiar, promissora, principalmente para profissionais Tecnólogos em Cosmetologia e Estética que podem optar por está área, pois abrange os conhecimentos adquiridos ao longo do seu curso, como a anatomia facial e corporal e o conceito de visagismo que auxiliará nos procedimentos de harmonização e embelezamentos dos cadáveres.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: