O prazer de as pessoas felizes sozinhas e sem um parceiro (Imperdível)

O prazer de as pessoas felizes sozinhas e sem um parceiro (Imperdível)
Avalie esse artigo

Por que gosto tanto da solidão? -Se você está gostando, qual é o problema

Alguns usuários de redes sociais transformaram em uma questão recorrente: “Por que gosto tanto da solidão?” E a resposta é quase sempre semelhante: “Se você está gostando, qual é o problema?”

É verdade que não há problema em desfrutar de um estado que carrega estereótipos injustificados. Muitas vezes se diz que as pessoas que se sentem à vontade na solidão o fazem por causa de uma espécie de misantropia não resolvida, que permanecem sozinhas porque não sabem como ser acompanhadas.

Como sempre, vale lembrar que os estereótipos são ideias preconcebidas sem muita base. Faz sentido perguntar se as habilidades sociais das pessoas que gostam de solidão diminuem em comparação com as dos outros?

Vamos parar por um momento no conceito de ‘solidão’ e diferenciar aqueles que sofrem daqueles que se sentem confortáveis ​​com isso. Há pessoas que escolhem esse estado de isolamento porque suas tentativas de abandoná-lo têm sido tempestuosas, seja por causa do assédio ou por causa de dificuldades sociais. Essas pessoas não sentem uma verdadeira atração pela solidão, é pura inércia; eles vivem sozinhos contra a vontade deles.

Um segundo grupo, que é o que nos interessa neste texto, seria composto por todos aqueles que não só não rejeitam o tempo sozinho, mas abraçá-la e integrá-lo em suas vidas para que eles ficar rico com isso. Eles não têm medo de estar com eles mesmos, e eles percebem isso como momentos necessários de calma.

Dentro do reino emocional, eles não se importam em prolongar sua condição de solteiro. Não é que eles prefiram ficar sem um parceiro, mas eles o vêem como um evento conjuntural, algo que, em qualquer caso, não determina seu nível de felicidade.

A ciência toma partido

Uma equipe de pesquisadores estudou o fenômeno da preferência pela solidão usando dois grupos de pessoas casadas que moram na Alemanha; um grupo cuja idade média era de 35 anos e outro grupo de 42. Da mesma forma, um segundo estudo propôs-se a resolver uma questão semelhante, enfocando desta vez a análise naqueles que não sofriam com a solidão. Neste caso, também tivemos a colaboração de dois grupos de pessoas, a maioria deles solteiros. O primeiro grupo teve uma média de 29 anos, enquanto o segundo grupo reduziu esse número para 19.

Então, ao avaliar os resultados, em ambos os casos foi utilizado o chamado Big Five constituído por: neuroticismo (estabilidade emocional), extroversão (contexto social conveniência), responsabilidade (organização e compromisso), abertura (congratula-se com o novo ) e gentileza (facilidade de tratamento).

Além disso, no caso de pessoas que apreciam medições Solidão na sociabilidade foram realizados, enquanto a pesquisa sobre o medo de solteirona os seguintes seis características analisadas foram: sensação de solidão indesejada, rejeição, precisa pertencer a uma grupo, depressão, fragilidade emocional e dependência entre autoestima e a existência de um relacionamento.

Pessoas solitárias têm estas  qualidades

SOLITÁRIOS: Eles gostam da sua própria companhia. Os solitários são pessoas que preferem ficar sem companhia e se divertir. Eles têm amigos, mas apenas um pequeno círculo, porque são muito seletivos.

Em geral, as pessoas acreditam que as pessoas que escolhem ficar sozinhas são raras, tristes ou instáveis. Mas a realidade é que eles são felizes assim e não se sentem solitários. De fato, estar em sua própria empresa é o que os faz sentirem-se satisfeitos. Eles sabem como estar com eles mesmos, são seguros, reflexivos, mais produtivos e têm boa autoestima.

Não é comum alguém se tornar amigo de um solitário, especialmente porque ele não é tão permeável a quem se aproxima deles. Mas a mesma razão fará com que, se escolherem alguém para entrar em sua vida, sejam companheiros muito bons.

Qualidades de pessoas solitárias

Limites firmes

LIMITES Uma pessoa solitária lhe dirá se você está prestes a cruzar a vida deles. Solitários muitas vezes colocam limites fortes e saudáveis. Eles sabem muito bem o que querem porque se conhecem perfeitamente. Isso lhes permite estabelecer ideais claros e valores sólidos. Além disso, eles sabem que nunca estão sozinhos porque têm eles mesmos.

Portanto, eles respeitarão os limites dos outros da mesma forma que respeitam os seus e não terão problema em dizer a alguém que está prestes a cruzá-los. Eles acreditam que, se você não é fiel a si mesmo, você não pode ser fiel a ninguém.

Lealdade

FIDELIDADE Os solitários têm poucos amigos, mas são reais. Ao contrário de muitas pessoas que não podem estar sozinhas, os solitários não precisam da companhia dos outros. No entanto, uma vez que eles gostam de alguém e querem estar perto, eles se tornam os mais leais amigos.

Eles sabem o que valem e, se descobrirem que o outro é digno de sua amizade, serão incondicionais e generosos. Sua fidelidade se estende a qualquer tipo de relacionamento: parceiro, amizade, família ou trabalho.

Mente aberta

MENTE ABERTA. Eles não ficam presos, eles geralmente procuram novas aventuras. Embora gostem de estar sozinhos, isso não significa que sejam rígidos ou fechados, mas exatamente o oposto. Eles estão sempre procurando por aventuras e novas atividades. Mesmo tendo novas coisas interessantes para fazer, você deve sempre ter certeza de seus pensamentos antes de compartilhá-los com outras pessoas.

Forte diante das dificuldades

ANTES DAS DIFICULDADES Eles se retiram para sua solidão pacífica para projetar soluções. Eles são fortes e equilibrados quando situações difíceis entram em seu caminho. Os desafios não são motivo de pânico para os solitários. Isso é porque eles são muito reflexivos e estão preparados para enfrentar a adversidade.

Embora eles possam se sentir sobrecarregados às vezes, em vez de serem perturbados, eles se isolam para recarregar. Durante esse tempo, eles projetam soluções para o problema e as maneiras de enfrentá-lo.

Conclusões

As conclusões dessas duas investigações desmantelam os estereótipos predominantes sobre pessoas que apreciam sua solidão. Primeiro, descobriu-se que esse perfil de pessoa é menos propenso a instabilidade emocional. Se muitas vezes prefere ficar sozinho não é por causa de suas crises, nervosismo ou algo parecido.

Em segundo lugar, os pesquisadores descobriram que esse perfil de pessoa é mais aberto para viver novas experiências, enquanto aqueles que não temem ser solteiros também são mais amigáveis ​​e responsáveis ​​do que outros.

Ambos os achados foram interessantes, mas talvez o mais surpreendente tenha sido o que revelou que aqueles que não temem ser solteiros não são mais introvertidos, mas justamente o contrário: apreciam as situações sociais em que podem participar. Esta faixa mostra que eles não vivem solteiros por conveniência, mas simplesmente não se obrigam a ter um parceiro. E já foi dito pelos usuários das próprias redes. Se você está gostando, qual é o problema? “

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: