O que conversar com ele antes de se casar?

O que conversar com ele antes de se casar?
Avalie esse artigo

É tão emocionante se casar! Tem o pedido, o anel, é claro, todo o planejamento para o grande dia. Mas se casar não se trata só do dia do casamento – é a qualidade do casamento que vem depois.

Então como começar com o pé direito?

1. Modelo de tomada de decisões

 Casamento é compromisso, então a arte da negociação é uma habilidade essencial. Seu modelo de tomada de decisões é vital porque indica quão igualitário é seu relacionamento. Certifique-se de que seu parceiro concorda com você sobre como um relacionamento ideal deve funcionar.

Compartilhar decisões importantes e decidir juntos quem decide o quê depende de ouvir o que o outro tem a dizer e de habilidades de negociação e resolução de problemas. Você pode não ser perfeita nisso, mas precisa saber para o que está se esforçando.

Ver também: Dicas para ter um casamento feliz

2.Divisão de tarefas 

Você planeja lavar as roupas enquanto seu marido é responsável por outras tarefas, como cortar a grama? Não assuma saber como essas responsabilidades serão divididas. Elas são importantes assuntos para conversar antes de se casar.

Os papeis nos relacionamentos tem mudado nas últimas décadas, e papéis ligados ao gênero são diferentes de uma família para outra. Conversar sobre isso antes do casamento pode te dar uma fundação sobre a qual discutir mais tarde quando você descobrir que não está feliz com o status quo.

3.Filhos 

Vocês dois querem filhos? Se sim, quantos? E quando tiverem seus filhos, como vocês pretendem criá-los? Enquanto você assume que filhos são uma parte óbvia de um casamento, seu parceiro pode pensar diferente. A maioria dos casais fala sobre quantos filhos querem ter e quando. Como você acha que seus filhos devem ser educados é um dos importantes assuntos para conversar e isso deve ser discutido.

4. Religião e valores

É provável que você esteja se casando com uma pessoa que tem as mesmas visões e que segue o mesmo código moral que você. Mas, religião e valores são importantes assuntos para conversar antes do casamento, pois as pessoas levam essas questões muito mais a sério após o casamento do que antes, e extremamente a sério quando têm filhos. Você e seu parceiro podem pensar diferente após ter filhos, mas pelo menos você terá uma fundação sobre a qual discutir no futuro. Você e seu parceiro não devem se prender ao que disseram antes, se aquilo não serve mais. Mas vocês podem continuar a discussão. Seja flexível.

5.Conexão com a família

 Vocês vão passar a véspera de Natal com sua família e o dia de Natal com a dele? Enquanto esses pequenos detalhes podem não parecer importantes agora, eles podem se tornar uma enorme fonte de conflito com suas famílias se nem todo mundo achar que está recebendo uma parte do seu tempo. A devoção que você tem pela sua família pode causar conflitos no futuro se você não aceitou a importância da conexão de seu parceiro com a família dele, ou ele a sua. É melhor assumir que as famílias são exigentes e singulares e aprender a administrá-las.

6. Carreiras

Carreiras frequentemente mudam com o tempo, então você precisa saber que seu parceiro irá respeitar sua necessidade de tomar decisões sobre a sua com a opinião e o respeito dele, e esperar sua opinião na dele. Busque uma atitude flexível, respeitosa e partilhada.

7. Sexo

  Sexo não deve ser um tópico que você não pode discutir livre e francamente com seu marido. Seja aberta, honesta e sempre pronta para se comunicar sobre esse assunto. Procure uma atitude respeitosa, partilhada e flexível sobre  sexo. Certifique-se de que vocês dois conseguem falar confortavelmente sobre sexo, porque sexo sobre o qual nunca se fala pode facilmente se tornar insatisfatório e inadequado para vocês dois.

8.Finanças

 Um de vocês é um gastador e o outro uma pessoa econômica? Problemas financeiros afligem muitos casais e são importantes assuntos para conversar, antes que saiam de controle. Concordem com um orçamento e um planejamento de redução de gastos que se encaixe nas necessidades dos dois.

9.Tempo juntos e separados

 Você se vê passando noites de sábado deitada com seu marido no sofá, assistindo filmes e aproveitando um tempo juntos? Seu parceiro pode ter uma ideia diferente de como passar as noites de sábado. Discuta essas coisas e não caia na armadilha de fazer suposições sobre as preferências dele. Isso pode levar a desapontamento desnecessário.

10.Álcool, drogas e apostas

 Por último, mas definitivamente não menos importante: vícios. Quando você decide passar sua vida com seu parceiro, é provável que você esteja ciente de sua propensão para certas coisas. Se uma dessas coisas é um vício ou tem potencial para se tornar um, este definitivamente é um dos assuntos para conversar antes de se casar.

Como vocês vão lidar com isso como um casal? Discuta se um de vocês ou os dois deveria ter aconselhamento profissional e certifique-se de que é uma coisa que vocês concordam que podem enfrentar juntos.

Perguntas a fazer antes do casamento

1.Quando surgem desavenças, sua família joga prato no chão, discute os problemas calmamente ou cada um se retrai, em silêncio, em um canto?

O sucesso de um relacionamento se baseia na forma como se lida com as diferenças. Como todos nós somos moldados pela dinâmica familiar, essa pergunta pode indicar se seu parceiro vai imitar o padrão de resolução de conflitos que recebeu dos pais ou simplesmente evitá-los.

2.Vamos ter filhos? Se sim, quem vai trocar fraldas?

 É importante responder essa pergunta, mas não falando aquilo que você acha que o parceiro quer ouvir. Antes do casamento, os casais devem discutir abertamente se querem filhos ou não. Quantos vão ser? Quanto tempo esperar? Qual a ideia que ambos têm do papel de mãe/pai? Falar sobre métodos contraceptivos antes de planejar uma gravidez também é essencial.

3.Os seus relacionamentos antigos vão ajudar ou atrapalhar a nossa relação?

Uma pesquisa patrocinada por uma organização mostrou que um histórico de diversas relações duradouras pode representar risco de divórcio e um casamento instável.

(Isso porque a pessoa que tem mais experiência com rompimentos sérios pode comparar o(a) parceiro(a) atual com os(as) antigos(as).) Levantar a lebre logo de cara pode ajudar, diz ele. Segundo Klein, as pessoas hesitam em falar abertamente do passado e podem sentir ciúmes e/ou julgar o que já passou.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: