O que fazer quando o namoro cai na rotina? Como reconquistar os velhos tempos?

O que fazer quando o namoro cai na rotina? Como reconquistar os velhos tempos?
Avalie esse artigo

Cair na rotina é um problema muito comum em relacionamentos duradouros e, as coisas que poderiam ser resolvidas facilmente com algumas ideias e mudanças de atitudes, resultam no fim da relação em muitos casos.

Quando o namoro cai na rotina não significa que não existe mais sentimento um pelo outro, isso quer dizer apenas que o casal se acostumou muito com a companhia um do outro e a relação alcançou uma estabilidade tão alta que perdeu a emoção.

Na maioria dos casos, quando a companhia do parceiro vira rotina, a existência daquela pessoa no cotidiano torna-se tão óbvia que a graça de estar juntos tende a desaparecer pouco a pouco.

Por isso, é importante também que haja alguns conflitos momentâneos e preocupações com a relação, para que os dois sintam que a presença do companheiro é essencial e o namoro não pode perder a importância.

O maior sintoma de uma relação desgastada que virou rotina é a forma natural como os encontros ocorrem, sempre nos mesmos dias e nos mesmos horários.

Nesses casos, é possível perceber que o casal costuma fazer as mesmas coisas e poucas ideias surgem para apimentar a relação. O ser humano é uma criatura que precisa de desafios para se sentir motivado com qualquer coisa, seja na vida profissional ou amorosa.

Se na relação o desafio acabar totalmente, pode acontecer de o sentimento ir embora também e, desta maneira, o rompimento torna-se inevitável.

Para impedir que o sentimento acabe, é necessário que a mulher sinta-se conquistada a cada dia. Em uma relação duradoura e feliz, o homem também precisa pensar que sempre há um desafio e que a companheira que tem é uma pessoa que vale a pena investir e estar ao lado.

Como saber se meu relacionamento caiu mesmo na rotina?

Andaram de mãos dadas?

Gestos de atenção e demonstrações de carinho com toque – mãos dadas, beijo na boca, massagem – devem fazer parte do dia a dia do casal. Dar presentes de vez em quando também.

Se as carícias não são frequentes, o homem e a mulher, aos poucos, vão se afastando e, quanto mais o tempo passa, maior é a dificuldade de o casal se reaproximar física e emocionalmente.

Ver também: Evite as brigas e reconquiste seu relacionamento com essas dicas

Saíram para jantar?

O casal deve sempre fazer dois tipos de investimento: nos interesses próprios e nos conjugais. É necessário que os dois façam programas juntos, saiam com amigos, viajem nos fins de semana, enfim, tenham momentos a dois.

A ideia é fugir da rotina de trabalho e de obrigações domésticas, que atrapalham o relacionamento e escondem o lado divertido e descontraído do parceiro.

Tiveram uma disputa amigável?

É mais preocupante um casal que não briga ou nunca compete do que parceiros que fazem isso constantemente. É preciso saber lidar com as diferenças e negociar acordos.

Os confrontos amigáveis são excelentes oportunidades para o homem e a mulher aprenderem a lidar com essas diversidades e até com a disputa pelo poder, presente em todo relacionamento.

Dessa forma, cada um revela seus pontos fortes e fracos e passa a dividir o poder, assumindo o comando nas áreas em que se mostra mais competente.

Realmente riram na cama?

Na cama, ou fora dela, é muito importante o casal ter a capacidade ou o hábito de se divertir junto. As mulheres, sobretudo, gostam de homens que as façam rir.

O que ajuda o casal a se dar bem, além das afinidades e das habilidades de enfrentar situações adversas, é o bom humor, o companheirismo e o diálogo saudável.

O alto-astral incrementa a intimidade. Não é um ingrediente necessário em toda relação, nem precisa ser muito frequente, mas, de vez em quando, é ele quem tempera o sexo.

Tiveram uma relação sexual? 

Quando as obrigações do cotidiano se tornam mais importantes que o sexo, a vida entre os lençóis é prejudicada, não tem jeito. Principalmente quando os filhos são pequenos, o sexo entra na categoria das obrigações e vira um dever a ser cumprido.

Pode acontecer também de o casal não ter uma boa sintonia sexual e o prazer acaba sendo insatisfatório. Repetidas experiências negativas e frustrantes acabam fazendo a pessoa evitar o “rala e rola”, o que provoca um distanciamento.

Uma conversa franca e cuidadosa pode ajudar o casal a redescobrir o prazer tão importante para o relacionamento.

Veja quatro dicas para tirar o relacionamento da rotina e recuperar a emoção dos encontros:

Invista em programas diferentes Ir sempre aos mesmos lugares já conhecidos, comer toda a semana o mesmo tipo de comida ou encontrar nos mesmos dias.

Esse tipo de rotina bem definida pode ser muito perigoso para quem quer evitar que a relação se desgaste. Embora seja importante ter certa estabilidade no relacionamento para que o casal não viva com medo de perder o que foi conquistado, estabilidade demais também prejudica.

Essa situação de confiança total quanto aos sentimentos do companheiro pode acarretar em uma surpresa desagradável, por isso, o ideal é fazer coisas novas para que a companhia seja valorizada.

Se perceber que os momentos juntos já se tornaram óbvios demais e que vocês dificilmente fazem algo diferente, pense em algumas ideias para mudar essa situação:

  • Planeje uma viagem com o amado.
  • Troque o sabor das comidas e tente conhecer locais variados.

Conseguir novas experiências na companhia do companheiro é uma ótima forma de restaurar a emoção dos programas em casal.

Recupere a paixão com as lembranças

O inicio de um namoro é sempre muito mais intenso do que depois de alguns anos, isso porque, no começo, a paixão está acesa e os pombinhos só enxergam qualidades um no outro.

Com o tempo, a intensidade vai enfraquecendo, até que o relacionamento se torna rotineiro e sem graça. Por isso, tentar trazer de volta o sentimento de antes é uma solução que pode trazer bons resultados, mas a tarefa não será fácil.

Para conseguir recuperar o que o casal conquistou juntos, fazer com que algumas lembranças venham à tona é fundamental.

Convide o parceiro para um passeio pelo local onde foi o primeiro encontro, o primeiro beijo ou o lugar em que a relação se consolidou. Faça com que ele relembre os sentimentos que tinha quando começou a namorar e, dessa forma, a importância que um tem na vida do outro ficará mais nítida.

Mostre o que tem de melhor

Quando alguém se apaixona, começa a gostar da pessoa por diversos motivos e, dentre essas razões, a beleza e as qualidades ganham destaque.

Seja o sorriso, a determinação, a simpatia ou qualquer outro valor que o companheiro possua, fazer com que essas qualidades fiquem claras novamente pode ajudar bastante a recuperar a relação.

Se ele gostava do jeito como você cozinhava ou da animação que você demonstrava na hora de fazer um passeio juntos, recupere as energias e mostre ao amado que você continua sendo a mesma mulher pelo qual ele se apaixonou.

Enxergar novamente as qualidades do parceiro que conquistaram o coração também é um ótimo jeito de reafirmar os sentimentos e a vontade de estar juntos.

Não perca a confiança na relação

Se junto com a obviedade do relacionamento vier uma falta de confiança no futuro do casal, o rompimento com certeza aparecerá em breve. Porém, se ainda houver um sentimento e uma vontade de recuperar o fôlego que os dois tinham antes, é fundamental que a confiança no namoro se mantenha.

Se o amor já existiu uma vez ele com certeza não foi embora, mas pode estar escondido e esquecido em algum lugar. É preciso superar a crise da rotina com energia para transformar a mesmice em uma relação emocionante e intensa.

Acredite que é possível recuperar a motivação em si mesmo e no amado e tome as iniciativas necessárias para reencontrar a razão de estar com ele e os motivos que acarretaram na decisão de começar a namorar.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: