O que pode estar acabando com seu relacionamento?

O que pode estar acabando com seu relacionamento?
Avalie esse artigo

Cometer algum deslize de vez em quando é até normal… Afinal, ninguém é perfeito e errar é humano! Quando você está em um relacionamento pode até acabar cometendo alguns erros, muitos deles ligados a experiências anteriores e cometidos de forma acidental…

O problema é que se isso se repetir constantemente é possível que a relação culmine em um término! Para evitar que isso aconteça é preciso reconhecer esses comportamentos e corrigi-los – e até mesmo evita-los o mais rápido possível…

Com o intuito de te ajudar nessa tarefa selecionei alguns erros bobos que podem acabar com o relacionamento

ERROS BOBOS QUE PODEM ACABAR COM O RELACIONAMENTO

DISCUTIR POR QUALQUER COISA

Talvez você veja isso como uma forma de dizer que seu/sua parceiro (a) está invadindo seu espaço ou até mesmo como uma maneira de expressar que está descontente com algo!

O problema é que você criou um hábito ruim de fazer uma tempestade em um copo d’água por coisas que poderiam ser resolvidas com um simples diálogo…

Ao invés de partir para uma discussão pelo simples fato de que ele/ela esqueceu de colocar um prato na pia por exemplo peça gentilmente que ele/ela faça isso:

“Amor, você poderia colocar seu prato na pia? Fica mais fácil na hora de lavar a louça!” Até mesmo quando for algo que o outro fez que não te agradou, prefira conversar ao invés de criar um motivo para brigar!

Ver também: COMO FAZER O AMOR DURAR

CRITICAR DEMASIADAMENTE

Ele/ela vestiu uma roupa que você não gostou ou esqueceu de fazer algo que você pediu… Lá vem crítica… “Você não percebe que essa roupa te deixa ridículo (a)?” “Custa fazer isso na hora que pedi?”

A verdade é que você vira um (a) verdadeiro (a) crítico (a) de tudo e nada está bom… Seu/sua amada pode até fazer uma declaração de amor em público para você e ao invés de agradecer você vai criticar aquela palavra que não se encaixou direito em sua fala!

Tenha em mente que ninguém está seguindo um script e que portanto as coisas não serão – e nem devem ser – sempre do jeito eu você quer! Cuidado, críticas demais afastam o (a) amado (a) de você! Lembre-se que ninguém é perfeito, inclusive você mesmo (a)!

VIGIAR O TEMPO TODO

Você fica o tempo todo vigiando o que seu/sua amado (a) está fazendo? Mexendo em seu celular sem que ele/ela perceba ou até mesmo verificando a todo segundo qual foi o último horário em que esteve online no Facebook ou WhatsApp

Se por acaso ele/ela esqueceu o Facebook aberto no computador você já está lá verificando com quem ele/ela anda conversando?

Cuidado, a insegurança está falando mais alto e em algum momento seu/sua parceiro (a) vai notar que você não confia totalmente nele (a)!

Por que para a vigia sair do campo virtual – e as escondidas – e partir para algo mais direto como: “O que você está fazendo que não me respondeu ainda?” ou “Como você ousa sair sem me avisar?” é apenas uma questão de tempo…

É normal sentir-se um pouco inseguro (a)? Sim, mas você precisa trabalhar isso! Experimente se abrir e contar para seu/sua namorado (a) sobre o que lhe deixa assim!

PARAR DE INVESTIR NA RELAÇÃO

Já a (o) conquistei, então não preciso fazer mais nada, correto? Não, muito errado!

Saiba que um relacionamento duradouro e de qualidade assim o é pelo fato de os parceiros estarem constantemente se reconquistando e tornando o amor mais forte… Ou seja, não é por que você já está em um relacionamento sério que deixará de investir em seu/sua amada!

Mais erros

A convivência conjugal é extremamente delicada, exigindo muita dedicação e desvelo, pois numa relação de tamanha intimidade não poderia ser diferente.

No entanto, muitas vezes os cônjuges tomam atitudes que dificultam muito o entrosamento sadio. Vale chamar atenção para algumas posturas impróprias que parecem ser comuns:

1- Acreditar que a felicidade depende do outro

É importante que você encontre a sua própria satisfação e deixe de exigir o que não é da competência de seu cônjuge. Felicidade não se cobra; se constrói.

2- Criticar constantemente

Repetir críticas ao comportamento do cônjuge não vai fazer com que ele mude e ainda pode ter resultado contrário, pois ninguém gosta de ser repreendido sempre.

3- Falar mal do cônjuge

Evite denegrir seu marido ou esposa para amigos e familiares; isso causará irritação e semeará revolta. É comum que nesses casos os seus afetos se coloquem contra o seu cônjuge e passem a minar a relação de vocês com palpites parciais e, muitas vezes, distorcidos.

4- Focar no negativo do cônjuge e da relação

Esperar sempre o pior do outro e da relação não é se poupar de desilusões, ao contrário, é atrair o negativo para a própria vida. Ter uma visão positiva, sem sair da realidade é um equilíbrio importante.

5- Guardar segredos

A vida em comum, como já deixa claro o nome, deve ser efetivamente compartilhada. Não existe, pois, espaço para segredos na intimidade de dois seres que se amam.

6- Cair no engodo da infidelidade

A infidelidade é a razão mais comum no fim dos relacionamentos. Comprometa-se com a sua escolha de viver ao lado de seu cônjuge. Busque refletir em como resistir à tentação de trair seu cônjuge.

7- Buscar interesses diversos

Claro que é preciso que cada cônjuge mantenha sua individualidade, mas é preciso transformar isso em interesses em comum. O casamento prospera quando os dois seguem os mesmos objetivos.

Continue cuidando de si mesmo (a) e a (o) surpreendendo a todo momento… Aprecie diariamente a pessoa que está a seu lado e invista para que ela continue a se sentir bem com você, evite brigas e confusões desnecessárias que podem acabar com seu relacionamento.

Ninguém gosta de estar em um relacionamento com muitas brigas e discussões, o ideal é que para que o relacionamento dê certo, o casal esteja em total sintonia e saiba lidar com situações que saiam totalmente do padrão. Invista em um relacionamento saudável: evite as brigas desnecessárias e boa sorte!

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: