O segredo para reconquistar seu marido ao invés de se divorciar

O segredo para reconquistar seu marido ao invés de se divorciar
Avalie esse artigo

Assim que você sobe ao altar com a pessoa amada, a última coisa que passa por sua cabeça é “divórcio”. Afinal, os votos que acabou de fazer deveriam ser válidos pela vida toda.

Mas sabemos que a convivência e o tempo nos fazem surgir alguns problemas, colocando nosso relacionamento a constantes provas de amor, dificultando a validade das juras de eternidade deste sentimento.

Se a crise bater à sua porta, não se entregue ao caos e tente manter a calma. Abaixo apontamos alguns segredos que vão lhe ajudar a salvar seu casamento.

13 SEGREDOS PARA NÃO SE DIVORCIAR

1. Não deixe as brigas tomarem conta de seu dia a dia

É normal que desentendimentos apareçam, mas tente resolver as questões problemáticas no mesmo tempo em que surgirem. Desta maneira você não acumulará mágoas e sua chateação com as discussões irá embora mais rápido.

2. Renove seu casamento para não ter que buscar um novo casamento

Se falta diálogo entre você e seu parceiro, passe a exercitá-lo. E se o desejo anda em baixa, invente situações que estimulem sua libido.

Ver também: Motivos para dar uma segunda chance e reconquistar seu amor

3. Volte a namorar seu marido

Após o casamento, é natural que muitos dos programas que vocês faziam enquanto não moravam juntos deixem de ser feitos. Ir ao cinema, ao parque e a outros lugares que frequentavam antes de se casarem pode ajudar a fortalecer vínculos e resgatar sentimentos que ficaram escondidos.

4. Já pensou em fazer uma nova lua de mel?

Com a chegada dos filhos, muitos casais acabam perdendo boa parte dos momentos de intimidade. Que tal deixar as crianças uma semana na casa dos avós para que você e seu marido façam uma viagem romântica?

Não precisa ir para longe ou gastar muito. O importante é que tenham bons momentos para curtirem a sós.

5. Ganhar peso é outro fator

E é mais que normal encontrar casais que engordaram após o casamento. Em vez de apelar para remédios milagrosos, frequente uma academia, faça caminhadas pelo bairro ou encontre alguma atividade física que lhe ajude a emagrecer. Além do fator estético, você sentirá mais disposição, inclusive para namorar.

6. Dê uma renovada em seu look.

Experimente mudar o penteado, comprar roupas novas e até mesmo lingeries mais ousadas. Tudo aquilo que você fazia para chamar a atenção de seu parceiro enquanto namoravam pode – e deve – ser feito agora que vivem sob o mesmo teto.

7. Mudar de casa também pode ajudar

Para dar uma elevada no astral do casal. Depois de anos vivendo no mesmo lugar, enfrentar os mesmos problemas e encarar a mesma vizinhança todos os dias pode colaborar para sua chateação no casamento.

Escolha um novo local para viver com seu marido, experimente um novo bairro e crie uma nova rotina. Se não tiver condições de fazer isso agora, invista em pequenas transformações em sua casa, pintando uma parede com uma cor mais vibrante ou comprando novos itens de decoração. A renovação do ambiente pode colaborar na renovação do amor.

8. Em vez de lutar por uma relação estável

Busque uma mudança em conjunto. A estabilidade, por vezes, é entediante e os riscos que corremos podem ajudar a dar mais vida ao relacionamento. Busque mudanças, renovações e novos ideais, mas faça isso sempre de acordo com seu parceiro.

Caso não exista um motivo forte para terminar seu casamento (como uma traição) tente enfrentar os problemas com maturidade e leve em consideração os conselhos que acabamos de apontar.

9. Pelas crianças

Permanecer no casamento pelas crianças é uma das razões principais citadas pelas pessoas que consideram pedir o divórcio em algum momento ou outro do casamento.

Crianças de lares desfeitos tendem a sofrer mais com problemas de autoestima do que crianças cujos pais estão juntos. O lar de uma criança é sua zona de segurança. Um lar desfeito pode causar traumas emocionais severos em uma criança.

Mas vale lembrar, é claro, que um casamento com brigas pode ser muito mais prejudicial a uma criança do que ter pais separados. Então, não se está falando que o casal deve permanecer junto por causa das crianças mas sim que esse é um motivo importante para fazer os pais pensarem duas vezes nos motivos que estão levando a separação e avaliar se é possível reverter isso.

Crianças cujos pais estão juntos têm mais senso de bem-estar e são comprovadamente mais contentes. Problemas em casa também influenciam o padrão de humor de uma criança, habilidade de concentração, habilidade de ser criativo etc.

Crianças de lares regulares ajustam-se bem à escola e são mais bem sucedidas para fazer amigos e lidar com problemas básicos, como o bullying, pressão de colegas etc.

10. A santidade do matrimônio como instituição

Se você acredita na santidade inerente ao casamento enquanto instituição, você deve trabalhar mais para mantê-lo. Há muitas pessoas se apaixonando à primeira vista, casando-se rapidamente e dando entrada no divórcio no fim do mês.

De vez em quando você ouve falar de casais se divorciando. O casamento, como uma instituição, tem se tornado menos sagrado. Seja um modelo e lute pelo seu casamento.

Sejam o casal que valoriza a instituição do casamento e o fez funcionar apesar das dificuldades. Se há algo que vale a pena a luta, é o relacionamento que uma vez foi promissor e tinha potencial.

11. O divórcio afeta a saúde negativamente

Pedir o divórcio pode trazer todas as mazelas da saúde atribuídas à vida de solteiro. Um estudo em Chicago envolvendo 8.652 pessoas de idades entre 51 a 61 descobriu que pessoas divorciadas têm 20% a mais de doenças crônicas, como câncer, do que aqueles que nunca casaram.

Elas também eram, a longo prazo, mais suscetíveis à depressão, problemas cardíacos e diabetes.

12. Lidar com o novo vazio na sua vida pode ser duro

A maioria das pessoas divorciadas que de repente têm muito tempo livre não quer voltar para uma casa vazia. Lembre-se, quando era solteira, você matava o tempo falando ao telefone, navegando na internet etc, e de repente começou a trabalhar de tarde.

A maioria das pessoas casadas tende a ser mais eficientes e organizadas no trabalho. Elas tendem a terminar o trabalho no prazo para estarem com seus parceiros. Voltar para casa para estar com alguém que você adore e ame é certamente a motivação melhor para trabalhar mais rápido e melhor.

13. Gerenciar as finanças pode ser mais desafiador

As finanças também são outro aspecto que fazem as pessoas repensarem a decisão de pedir o divórcio. A maioria das pessoas desistem de pedir o divórcio por conta dos gastos insanos que isso envolve.

Taxas legais, pensão para criança e esposa e arranjos de moradia diferentes podem cavar um buraco na sua conta bancária. Casais casados também tendem a fazer decisões de investimento mais informadas e de menor risco.

Além disso, quando você é solteira, você tende a gastar o salário em um vestido ou beliscar a poupança para tirar férias.

Com outra pessoa no relacionamento, há prestação de contas e você tem de gastar o dinheiro responsavelmente. As pessoas também começam a economizar apenas depois do casamento por causa da progressão natural do estilo de vida.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: