passos para fazer a maquiagem da modelo Twiggy

passos para fazer a maquiagem da modelo Twiggy
Avalie esse artigo

 

A modelo Twiggy foi um ícone da moda e a primeira supermodelo do mundo. Durante os anos 60, LesleyHornby, a Twiggy, promoveu uma quebra de paradigma e mostrou ao mundo um visual diferente das curvas voluptuosas das pin-ups, que predominavam na época.

Ela trouxe o visual andrógeno e mais magro e fino. A modelo conquistou o público ainda bastante nova e trouxe o conceito de menos é mais, com cabelos curtos e um ar de pureza.

Apesar do que já falamos, o seu destaque mais impactante foi o visual com uma make bastante elaborada, abusando do rímel e delineador para um o olhar penetrante e com bastante drama.

Ver também: Acabe com as olheiras e bolsas de uma vez por todas!

Durante sua época os olhos eram a coqueluche e o ponto central de todo o rosto e, por isso, o uso de sombras esfumadas, côncavo marcado e cílios longos e volumosos eram a tendência. Vamos mostrar aqui como fazer a maquiagem da modelo Twiggy e mostrar suas características, para que você conheça bem o visual e possa reproduzi-lo com sucesso.

Vale começar lembrando que nos anos de 1960 a tendência de maquiagem tinha foco total dos olhos, e a Twiggy deu seu toque pessoal a essa tendência com seus olhos amendoados impecavelmente pintados, deixando um visual de boneca.

Nos olhos o côncavo marcado e o uso do delineador eram as apostas certas no visual da modelo.

Os cílios não ficam de fora, e finalizavam o “visual boneca”, com atenção não apenas para os fios superiores e também para os cílios inferiores. O diferencial?

O exagero, pois os cílios deveriam ficar mais grudados recebendo muitas camadas de máscara para cílios. O truque da época? Criar traços pequenos na pálpebra inferior, usando o delineador, para reproduzir o efeito dos cílios e chamar toda a atenção para a área.

A maquiagem é, então, um recurso muito usado e tem todo o destaque e função, sendo usada para aumentar os olhos – olhos grandes são características da modelo.

A sobrancelha é um detalhe importante, pois nessa tendência ela é usada de forma mais angulada e, por isso, vale estudar bem como deixa-la mais circunflexa. A inspiração geométrica é muito forte em todo esse visual dos anos 60, desde a maquiagem até as roupas e acessórios. Os olhos de côncavo marcado também podem ser reproduzidos adaptando um pouco a técnica do cutcrease

O visagismo é completado com cabelos bem curtos e um ar de delicado, indo ao contrário do sexy das pinups da década de 50.

Vamos mostrar 10 passos para reproduzir a maquiagem da supermodelo Twiggy, lembrando que o visual é considerado pesado e combina melhor com eventos noturnos, mas nada impede que você ouse caso sinta-se confortável para segurar o look.

 Comece preparando a pele com a higienização e os três passos:

lavar, tonificar e hidratar. Então prepare a pele usando corretivo, base e pó. Corrija vem a pele, deixando a produção bem uniforme e não faça contornos. Também não exagere no blush, pois a bochecha marcada não é um item da maquiagem da Twiggy.

Nos olhos opte por sombras claras e opacas, sem brilho. As cores mais indicadas vão do bege ao rosa claros; essas cores claras vão ajudar a criar a impressão de olhos maiores.

Depois aplique um tom opaco mais escuro, como marrom, café, cinza ou até preto, marcando bem o côncavo, que ganha todo o destaque nessa tendência e no estilo da modelo. O importante é que a marcação seja vista mesmo de olhos abertos – mas não exagere, não precisa chegar até a sobrancelha.

O traço feito deve ser um pouco acima do côncavo, de preferência com os olhos fechados para garantir que o desenho fique quase paralelo a linha da sobrancelha. É essa técnica que garante olhos maiores. Esfumar costuma ser muito importante, mas aqui deve ser usado de forma bem leve, pois o côncavo marcado é uma característica fundamental da maquiagem.

Use o delineador para marcar ainda mais a região dos olhos. Faça um traço preto rente aos cílios superiores e inferiores. Para dar o toque final, acerte o ângulo do gatinho do delineado, de forma que fique paralelo à marcação do côncavo. Se for necessário reforce o preenchimento com a sombra mais clara entre os traços.

Abaixo da sobrancelha aplique uma sombra bem clara e esfume na transição com o côncavo, mas não muito para que o traço fique bem marcado.

Os cílios são a parte mais importante da maquiagem da Twiggy e, por isso, devem receber a devida atenção, tanto os superiores quanto inferiores.

As camadas de máscara de cílios devem ser várias, até que o efeito “superalongados, curvados e bem separados” seja alcançado, como explica a revista Vogue. Para conseguir esse efeito faça a aplicação separando tufos de fios e você pode usar uma máscara própria ou fazer a aplicação com o pincel na vertical.

Cílios postiços são opcionais, mas sem dúvida dão mais volume e charme ao olhar. Se optar por essa facilidade, aposte nos cílios inteiros nos fios superiores e a versão em tufos para o canto dos olhos.

Usar o truque da época também é uma opção. A dica é fazer pequenos traços com lápis preto abaixo dos fios inferiores para simular mais cílios.

A sobrancelha deve receber atenção também. Pouco marcada, mais fina e angulada, pode ser reproduzida usando uma cor de sombra mais suave para angular a região.

Boca em segundo lugar: Aposte apenas em tons nude, próximos ao tom de sua pele. O batom na makeTwiggy não é o destaque e não deve intervir no visual.

Aposte nos fios curtos para completar o visual Twiggy, os cortes curtos também foram sua marca durante os anos 60.

Dica extra: para ficar ainda mais Twiggy você pode apostar nos brincos grandes e expressivos, sempre em formatos geométricos, coloridos ou metalizados. Você também pode apostar no visual sem nenhum adorno no rosto, apenas cabelo e maquiagem.

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: