Perdoar uma traição no casamento!

Perdoar uma traição no casamento!
Avalie esse artigo

O tema traição sempre que mencionado acaba sempre gerando polêmicas. O primeiro homem que ficou conhecido como traidor foi Adão, que quebrou o pacto com o criador e caiu na sedução da serpente, outro traidor conhecido foi um descendente próximo de Adão, Caim, que traiu seu irmão o enganando com o pretexto de um sacrifício, mas a intenção real era matá-lo.

Já com essas histórias percebemos que trair vem desde lá do início de nossa história e através dos tempos, a traição foi se configurando como uma dor insuportável difícil de manusear. O ato de trair, como vimos nos exemplos, pode ser de diversas naturezas, mas quando a traição está relacionada no âmbito conjugal, acaba tendo como causa o divórcio.

Sempre que ocorre uma traição em uma relação, há aquele questionamento se poderá haver perdão ao traidor ou não. Devemos considerar diversos fatores para discutir esta possibilidade.

Tente entender o porquê isso aconteceu.

Primeiro de tudo é necessário saber o que levou a pessoa que traiu a ter essa atitude. Óbvio que um ato deste não é justificado e é bom sempre frisar que nem sempre sabemos tudo o que se passa na relação alheia, além do que muitas pessoas possam viver um momento de vulnerabilidade emocional.

É comum que muitos casais sofrem quando os seus parceiros não estão na mesma harmonia emocional que eles. Temos como exemplo quando o marido é muito carinhoso e a esposa tem repulsa e vice -versa.

Quando as investidas de um dos parceiros tendem a ser ignoradas, o outro acaba se sentindo rejeitado, o que o torna mais vulnerável a cair em tentação e acabar procurando outra pessoa. Isso às vezes ocorre até mesmo sem querer, quando alguma pessoa próxima chega oferecendo carinho, pode acabar ocorrendo a traição, já que aquela capacidade de se reconhecer em um compromisso matrimonial acaba não ocorrendo.

Isso pode até ser uma tentativa de explicar e justificar a traição, mas é algo que deve ser considerado na hora de buscar entender o que pode ter acontecido e tentar compreender os motivos do outro para ter feito isso.

É normal que a compreensão do acontecimento seja muito fácil de ser entendida do que aceitar e perdoar a traição, e esse processo todo pode ser um passo muito importante no caminho da reconciliação, caso assim seja decidida.

Qual o nível de arrependimento?

Outro fato que deve ser levado em consideração na hora da traição é o nível de arrependimento da pessoa que traiu. É de extrema importância avaliar e distinguir o nível de arrependimento e diferenciar de cinismo.

Veja se  quando alguém acaba caindo na tentação de trair e se arrepende é claro que a pessoa ainda sente amor pela pessoa que traiu, sendo assim necessário avaliar se realmente vale a pena perdoar a pessoa.  Acredito que quando fica claro que o amor ainda está ali, tanto na pessoa que traiu como a que foi traição" rel="nofollow" target="_self" >traída, perdoar pode ser o melhor remédio.

Lembrando que quando se trata de um relacionamento entre parceiros, o que os outros falam não deve influenciar a decisão do casal em continuarem juntos ou em se separarem. Como cada pessoa tem sua história e maneira de encarar a vida e os incidentes que acontecem, a traição pode ser vista de maneiras diferentes.

Quando tentamos compreender os motivos reais que levaram a traição, claro que sem isentar a culpa da pessoa que traiu, é mais fácil de encontrar o caminho para fazer a reconstrução do relacionamento. Sempre levando em consideração a existência do amor, já que quando este termina, por mais que não haja traição, não há necessidade para continuar o relacionamento.

Outro ponto que deve ser levado em consideração e que não podemos deixar de mencionar é o motivo pelo que se deve perdoar. A pessoa que foi traição" rel="nofollow" target="_self" >traída e que foi magoada precisa conhecer se realmente existe uma razão para perdoar a pessoa que te traiu.

Coloque na balança as razões que fariam você perdoá-lo e as que te levariam a pedir a separação, o que for mais forte deverá prevalecer, então pense bem para que haja o menor prejuízo material, físicos, emocional e social, já que a queda pela separação já causou um grande baque.

O casamento e os seus princípios

Entenda que o casamento é algo bem sério e nos juramentos que nele fizeram, ambos devem lutar para permanecerem felizes e unidos para sempre até que a morte leve um dos dois.

Às vezes, uma das pessoas da relação está muito empenhada para fazer com que o relacionamento dê certo e é capaz até de dar a sua própria vida para salvar a outra pessoa, mas que pode jogar a toalha caso seja traição" rel="nofollow" target="_self" >traído, às vezes quando essa pessoa se magoa, prefere desistir de lutar pela felicidade do que ficar sofrendo ou com a pulga atrás da orelha.

Perdoar vale a pena?

Pense bem antes de se separar e não perdoar o seu parceiro, isso provavelmente trará muito mais sofrimento e mágoas do que tentar compreender e por fim perdoar. Não deixe que o calor do momento faça você tomar uma decisão precipitada, avalie a situação de forma racional, jamais permitindo que a emoção decida por você.

Agir por impulso e viver essa vida apenas guiada pela emoção traz verdadeiros  riscos de causar muito sofrimento para você mesma, já que as emoções vão de 8 a 80 em segundos, podendo trazer sensações boas e ruins.

Não se esqueça que quando casamos, estamos embarcando em uma longa viagem que tem altos e baixos, podendo haver tempestades, tempo bom, mas que juntos é muito mais fácil sair dos tempos ruins.

Conversar é o melhor remédio

Sei que pode parecer bem difícil entender porque aquela pessoa que você se entregou e dedicou a sua vida te traiu. Conversar e tentar entender o lado do outro, se ele realmente está arrependido é fundamental para tomar qualquer tipo de decisão.

Sem dúvidas a teoria é muito mais simples do que a prática, a infidelidade causa sofrimento para ambos na relação, já que pode levar a pessoa que foi traição" rel="nofollow" target="_self" >traída a se sentir inferior ou com carência de algo que parece que perdeu.

Já pessoa que traiu caso se arrependa,  como não há como voltar no tempo e  apagar o que aconteceu, ela acaba armando uma verdadeira batalha para reconquistar o amor e a confiança do companheiro.

Para o casal, os primeiros momento acabam sendo os mais difíceis e costumam ser repletos de mágoa, revolta e arrependimento. Há um mix de emoções que podem te levar a loucura, então caso seja algo muito pesado para você lidar sozinha, busque a ajuda de um profissional, ele irá te auxiliar da melhor forma possível.

De acordo com algumas pesquisas, a pessoa traição" rel="nofollow" target="_self" >traída quer de qualquer maneira saber porque aquilo aconteceu e descobrir o motivo da traição acaba virando uma obsessão, além de saber com quem foi a pessoa com quem o companheiro a traiu, quais características possui, o que ela tem que você acaba não tendo e porque o parceiro foi atrás dessa pessoa.

Apesar dessas buscas todas poderem causar sofrimento e dor, é quase que certeiro que a pessoa traição" rel="nofollow" target="_self" >traída irá buscar essas informações para livrar-se daquela possível agonia de sair imaginando quem poderia ser a terceira pessoa.

O perdão e o recomeço!

O recomeço só acontece de fato quando há o verdadeiro arrependimento de ambos na relação, isso é fundamental para determinar se vale ou não continuar com a relação.

Como seres humanos é normal que cada casal leva um tempo determinado para digerir a traição, para que haja o perdão e que possam recomeçar do zero. Saiba que um casal que supera a traição fica muito mais forte e seguro.

A quebra da fidelidade em um casamento, por exemplo, não significa necessariamente que houve falta de amor, mas que houve sim falta de um combo indispensável para seguir em frente. O combo de respeito, maturidade e segurança são essenciais para a recuperação do relacionamento.

Quando estamos mais vulneráveis e aparece algo novo que te proporcione mais atenção, que seja uma pessoa companheira e que te encha de elogios, algo que possa já não ocorrer no relacionamento, podem mexer demais com as emoções. Por isso é preciso reaver o que houve de errado, se é possível e como é possível consertar isso.

Um outro ponto que pode levar a uma traição é a insatisfação sexual, esse sem dúvidas é um dos principais motivos que leva um dos parceiros a procurar uma outra pessoa para se satisfazer sexualmente. Reencontros feitos pelas redes sociais contribuem para encontros casuais com pessoas que fizeram partes do passado.

Como posso fortalecer meu casamento após uma traição?

A traição talvez seja um dos atos humanos mais difíceis de serem perdoados, ainda mais em um casamento. Seguir em frente pode até ser uma solução, mas isso não é possível caso você carregue mágoa.

Sendo um caso de um dia, que não houve envolvimento emocional ou algo que durou muito, acaba que o peso de trair é o mesmo.

É possível sim fortalecer uma relação após uma traição, basta que ambos estejam empenhados nisso e sigam nossas dicas, isso ajudará em muito a salvar e até mesmo em melhorar o seu casamento.

Termine o caso imediatamente

Esteja ciente que se você ainda pretende continuar o seu casamento é necessário que quem esteja traindo termine o caso imediatamente e nem pensar em manter uma relação de amizade como uma opção.

Repense o relacionamento em vocês

Sem dúvidas repensar no relacionamento, fazendo uma lista com os pontos positivos e negativos em um papel para ver onde deve haver mudanças e se os dois estão dispostos a isso.

Conversar é fundamental para entender o lado do outro e ver até onde o outro está disposto a ir. Caso um dos dois não tenha certeza que quer continuar nessa relação a melhor coisa a fazer é deixar isso bem claro ao companheiro.

Ficar confuso após uma traição é algo muito comum, só não use isso como forma de desculpa para se manter em seu mundinho e prolongar para falar sobre a realidade.

Segredos estão fora de cogitação

Quando ambos estão firmes em reaver o relacionamento e dar mais uma chance a este, segredos não poderão existir de forma alguma. Nessa fase como nas outras, você deve ser o mais sincero e transparente possível.

Caso o seu parceiro queria saber mais detalhes sobre a traição, você precisará contar a ele, já que isso ajudará a retomar a confiança. Esses detalhes vão ajudar a compreender da melhor forma a realidade.

Não seja covarde e enfrente a dor de frente

Aceitar que é necessário enfrentar a dor para vencê-la é fundamental para resolver a situação de uma vez.

Sabemos que é muito difícil partir para cima da dor, mas é de extrema importância já que só assim você conseguirá se livrar dos fantasmas do passado e seguir em frente.

Tenha coragem e sente para conversar com o seu companheiro para você discutirem os aspectos do relacionamento.

Seja sincera e expresse o que vem te fazendo mal, se abra mesmo, isso fará com que você volte renovada para a nova etapa do relacionamento de vocês.

Chame a responsabilidade para você

Tentar resistir só vem a aumentar a culpa e esse é um caso de sintoma que algo estava errado há algum tempo no relacionamento de vocês.

Ambos precisam buscar lá no fundo para descobrir e entender onde é a sua parcela de culpa. Caso os problemas anteriores não sejam consertados, nada irá mudar.

Perdoar é necessário

Todos devem tentar de se perdoar e necessitam desse perdão, isso é necessário para se recuperarem do trauma. Por mais que apenas um tenha errado, ambos acabam sendo feridos e acabam passando por um período de luto e necessitam de perdão.

O tempo

O tempo é o melhor amigo dos seres humanos nesse momento. Só ele vai ajudar a curar por completo a dor da traição e vai ajudar a fortalecer o amor e o relacionamento de vocês.

Assim como as plantas, a confiança também precisa de tempo para ser recuperada e se tornar resistente. Com o tempo, você irá perceber que o relacionamento não vai voltar a ser como antes, vai ser diferente e até melhor do que era.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: