Perguntas para Perguntar antes de Interromper um Relacionamento

Perguntas para Perguntar antes de Interromper um Relacionamento
Avalie esse artigo

Antes de tomar a decisão de terminar seu relacionamento, pergunte a si mesmo e tente entender se é realmente o que você precisa ou se é influenciado por fatores externos Interromper um relacionamento é uma decisão muito difícil de fazer, mas, ao mesmo tempo, também muito importante. Devemos, portanto, ver essa situação como uma oportunidade para fazer algumas perguntas altamente relevantes.

Perguntas que abrirão seus olhos e refletirão sobre como você está agindo, se é uma boa idéia quebrar ou, ao contrário, se você está tomando um caminho errado. Todas essas perguntas ajudarão você a aprender com esse relacionamento, portanto ,  se decidir interrompê-lo, poderá estabelecer vínculos mais saudáveis ​​no futuro.

Ver também: Erros de Relacionamento que a Maioria Das Mulheres Faz (IMPERDÍVEL)

Você procurou o parceiro perfeito na outra pessoa

Este é um aspecto muito importante: todos nós temos expectativas, mas acontece que eles nos enganam Às vezes a outra pessoa não é considerada como um ser humano, mas como um protótipo; Nós garantimos que isso não levará a nada de bom. Com o tempo, as expectativas podem ser frustrantes por decepcionantes; isso vai te empurrar para reclamar com a outra pessoa muitas coisas.

É importante levar isso em consideração para ver se é o problema real que fez com que você encerrasse seu  relacionamento. Se este for o caso, remova essa bandagem que faz você se apaixonar por um ser humano ideal  e não real.

Seu relacionamento é tóxico

Se interromper um relacionamento é uma decisão tomada devido ao surgimento de um mal-estar que aumentou ao longo do tempo, é necessário refletir sobre o que pode ter sido tóxico. Para isso, é importante nos distanciarmos e, acima de tudo, do tempo .

Sentimentos, emoções e dor podem levar você a não ver claramente  e a não perceber os sinais de abuso, mentiras e maus-tratos que o prejudicaram. Se você está envolvido em um relacionamento tóxico, você deve interrompê-lo o mais rápido possível, porque, como o próprio termo diz, ele envenena, danifica e causa duas pessoas que não estão se beneficiando desse relacionamento ou de seu amor.

A situação em que você está ou está quieto

Embora possa parecer fútil, períodos de trabalho ou estresse intenso podem torná-lo menos flexível e menos tolerante, levando-o a tomar decisões precipitadas e erradas.

Quando você está em uma fase de fadiga ou ansiedade , você pode chegar ao limite em qualquer coisa, mesmo perdendo a perspectiva  de tudo o que acontece ao seu redor. Por esta razão, é importante entender se você está em um momento de silêncio ou menos em sua vida, para ver se é a verdadeira razão pela qual você está decidindo encerrar seu relacionamento.

Existem terceiros que estão afetando seu relacionamento

O grau de importância que os outros têm em seus relacionamentos é maior do que você pensa. Portanto, é importante questionar você sobre esse aspecto.

Às vezes, a negatividade de um pai que não admite o relacionamento de seu filho, por exemplo, pode causar conflitos e discórdia no casal  que não vive em um relacionamento saudável. Quando um dos seus pais, ou ambos, rejeitar o seu parceiro, você pode se sentir atacado  e magoado. O pior é que, inconscientemente, despeje tudo isso em seu parceiro  e o levará a atribuir todas as suas frustrações a ele.

Você confia na sua decisão ou tem alguma dúvida?

Eles nos ensinaram a prestar muita atenção às opiniões dos outros sobre aspectos de nossas vidas em que deveríamos ter uma visão sólida. Por exemplo, pode acontecer que um amigo lhe diga que esse relacionamento não é para você, que ele não gosta do seu parceiro ou, ao contrário, que você absolutamente não deve deixar essa boa pessoa escapar de você.

Tudo isso pode ter muito a fazer quando você tem que tomar uma decisão.  Por isso é muito importante saber o que você quer; só assim você se distancia das opiniões dos outros, buscando em você a resposta que só você conhece.

O custo psicológico de dar tudo em um relacionamento

Dando tudo de nós mesmos em um relacionamento, quando não há compromisso igual no outro lado, pode ser destrutivo para o nosso equilíbrio psicológico. Dar tudo em um relacionamento pode ter um custo psicológico muito alto. No entanto, fazemos isso mais do que pensamos, porque a sociedade nos incita a fazê-lo ou porque fomos ensinados a nos comportar assim.

Em alguns casos, dar o melhor em um relacionamento é quase um dever que nos impomos, temendo sermos acusados ​​de ser incapazes de amar ou, pior, de serem os culpados do fim da história.

Dê tudo em um relacionamento por causa da pressão social

Uma das razões que nos levam a dedicar um compromisso absoluto a um relacionamento, quando na realidade não devemos ter tanta responsabilidade, é a crença de que nos dar completamente ao outro é a melhor maneira de mostrar a ele que o amamos de todo o coração. O problema surge quando damos 100%, mas recebemos 20%.

Isso pressupõe um desperdício, o esforço inútil para manter uma estrutura destinada, mais cedo ou mais tarde, ao colapso. Não podemos continuar um relacionamento confiando apenas em nossa força: acabamos fracassando e, além disso, nos sentimos culpados.

A pressão social, que nos pede urgentemente para fazer o melhor para o nosso parceiro, é como um véu diante dos nossos olhos. Isso nos impede de reconhecer que o outro não está fazendo nada por nós e que, provavelmente, a escolha mais sábia seria romper o vínculo.

É como se estivéssemos carregando um enorme peso  em nossos ombros, sem poder abrir nossos olhos, porque , se o fizéssemos, descobriríamos que o casal ideal é aquele em que todos carregam metade da carga. Só assim podemos falar de um relacionamento saudável e satisfatório para ambos.  Amar não deve envolver sacrifício e não significa dar tudo de si mesmo ao ponto de exaustão.

Amar não é sinônimo de fadiga, de ter que demonstrar continuamente nosso amor por medo de que alguém possa pensar de outra forma. O amor, o verdadeiro amor, não cria dor.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: