Porque Algumas Pessoas Não Conseguem emagrecer?

 

É importante entender que é muito mais fácil perder peso ao fazer exercícios físicos do que por dieta sozinha. Ter uma barriga lisa ou um abdômen definido pode ser muito bom para a autoestima, tornando o indivíduo mais seguro a usar roupas determinadas ou a expor a região abdominal em público.

No entanto, há motivos muito mais importantes para se preocupar com os rolos ou com a barriga saliente. O acúmulo de gordura na área abdominal não é apenas esteticamente indesejável; é também um fator de risco importante para o desenvolvimento de diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares.

Ver também: Quantas Calorias Precisamos Ingerir Por Dia

Sendo alguns quilos de excesso de peso e ter gordura na área do abdômen é muito comum. Mas o fato de não estar sozinho não significa que a acumulação de gordura na barriga não é motivo de preocupação. Mesmo que você não se preocupe com a estética, perder gordura é importante para você ser uma pessoa saudável.

É importante ter em mente que essa gordura na barriga que mais o incomodam podem não ser apenas um problema estético, mas um sinal de que você precisa ter mais cuidado com sua saúde.

Neste artigo, explicaremos por que e como perder a barriga. Abordaremos os seguintes pontos:

  • Formas de acumular gordura no corpo.
  • Perigos de gordura abdominal.
  • Como alcançar um abdômen achatado.
  • Dieta e exercício físico para perder peso e perder a barriga.

Maneiras de acumular gordura no corpo

Independentemente do seu peso e IMC (índice de massa corporal), a forma como seu corpo acumula gordura tem grande importância no risco de desenvolver doenças no futuro.

Quando ficamos com excesso de peso, ganhamos gordura visivelmente e de forma invisível. A gordura visível é aquela que se acumula sob a pele no tecido subcutâneo.

Geralmente, os lugares que o corpo tende a acumular mais gordura são abdômen, coxas, nádegas e quadris. Já a gordura invisível se acumula mais profundamente em torno dos órgãos, sendo chamada de gordura visceral.

A maioria das pessoas se preocupa mais com a gordura que pode ser vista. No entanto, a gordura escondida, isto é, a gordura visceral, é o que mais diz respeito aos médicos, pois pode ocorrer em pessoas não obesas.

A forma como o corpo acumula gordura visível pode dar pistas importantes sobre a formação de gordura visceral. As pessoas que acumulam gordura predominantemente na barriga, mantendo as coxas e os quadris relativamente finos, são aquelas com o maior risco de formação de gordura visceral.

As mulheres que acumulam mais gordura nas coxas e quadris do que no abdômen, em geral, têm menos gordura visceral, o que reduz o risco de problemas cardiovasculares.

Perigos da gordura abdominal

Qualquer pessoa que pense que está com excesso de peso deve calcular o IMC e medir a circunferência da cintura com uma fita adesiva comum e maleável.

Quando o IMC é superior a 25 kg / m², homens com cintura superior a 102 cm e mulheres com cintura maior que 88 cm têm maior risco de desenvolver doenças relacionadas à obesidade, como diabetes, hipertensão, colesterol elevado e doenças cardiovasculares.

Em pacientes obesos com IMC superior a 35 kg / m2, a medida da circunferência abdominal perde valor porque o acúmulo de gordura nestes casos é difuso e, claro, a formação de gordura visceral também ocorre.

Se você é obeso, não há dúvida de que a gordura está fazendo você errado. O problema é convencer as pessoas com excesso de peso (IMC entre 25 e 29,9 kg / m²) que o problema vai além de uma estética simples desconfortável.

Por exemplo, durante 10 anos, adultos com IMC normal e sem barriga têm um risco 30% menor de desenvolver doenças cardíacas em comparação com pessoas com IMC superior a 25 kg / m² e aumento da circunferência abdominal.

Como conseguir uma barriga lisinha

Antes de dar conselhos sobre como conseguir um abdômen plano, precisamos apontar alguns pontos:

1- Não há milagres. Primeiro, você tem que aceitar o fato de que não há chás, dietas especiais, fórmulas, receitas, pílulas ou qualquer outro meio que o faça perder o estômago facilmente e rapidamente.

Enquanto você não entender, você continuará a dar dinheiro e a acumular frustrações. Para não mencionar os riscos para a saúde que alguns disseram tratamentos “milagrosos” para perda de peso podem causar.

2- O grau de sucesso que você terá será sempre proporcional ao grau de esforço que você está disposto a fazer. Se você deseja perder peso sem esforço, o que você conseguirá é um fracasso sem esforço.

3- É impossível perder a barriga sem perder peso. A única exceção é a lipoaspiração, que não é a solução indicada na maioria dos casos. Não faz sentido, comprar aparelhos que atingem o abdômen, creme na barriga, etc.

A gordura do ventre é uma maneira para o corpo armazenar o excesso de calorias que foi consumido ao longo dos meses. Para perder a barriga, você precisa fazer com que seu corpo consome mais calorias do que você pode armazenar. Você tem que gastar as reservas, você tem que queimar a gordura.

4- Emagrecer e perder a barriga, necessariamente, passar pelo binômio: exercício físico mais controle de calorias consumidas. Se você consumir mais calorias ao longo de vários dias do que você come, você ganhará peso.

Por outro lado, se você conseguir gastar mais calorias do que você consumir, inevitavelmente perderá peso. É tão simples como isso. Não há como escapar.

AlfaCaps é a melhor maneira de emagrecer

O AlfaCaps é uma pílula emagrecedora segura e totalmente natural com inúmeros benefícios:

  • ajuda a eliminar a gordura
  • Acelera o metabolismo
  • Combate a celulite
  • Auxilia na eliminação da gordura localizada de forma natural
  • Diminui inchaço e retenção de líquidos

AlfaCaps realmente funciona?

AlfaCaps traz muitos resultados e é indicado para as pessoas que desejam emagrecer de forma segura. Não possui contraindicação por ser uma pílula 100% natural e sem efeitos colaterais. Para saber mais sobre a melhor pílula emagrecedora confira o site oficial.

Para saber mais sobre a melhor pílula emagrecedora confira o site clicando aqui.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: