Porque temos tanto medo de arriscar no amor

Porque temos tanto medo de arriscar no amor
Avalie esse artigo

Para iniciar sobre esse assunto, é bem interessante dizer que somos seres que emitimos energia, muita vibração, essa que vai encontrar aquilo que lhe é parecidoNo entanto, se eu não venha a acreditar no amor para mim, o amor não irá vim, é isso que estamos constantemente colocando em nossa frequência.

E claro, iremos atrair exatamente alguém que vai reforçar minha crença, minha ideologia. Findado o ciclo, quanto mais eu penso errado, mais eu chamo o errado. Dessa maneira, são os nossos pensamentos e sem consciência as vezes, iremos moldar nossa frequência energética.

Por isso, aquele velho ditado quedizem que somos aquilo que pensamos, somos aquilo que atraímos para nós mesmos. Em certas ocasiões, sempre iremos agir de acordo com aquilo que pensamos e determinamos para nós.

Ver também: Não perca tempo! Todo dia é dia de demonstrar amor

Confiança a cima de tudo!

O excesso de apego a outra pessoa pode causar uma falta de confiança em si mesma, que acabará fazendo com que você extrapole na prioridade que você dá a outra pessoa.

Procure confiar mais em si mesma, que você tem capacidade de administrar sua vida independentemente de todas as outras pessoas e ver o seu valor. Isso fará com o que o seu parceiro também te veja como uma pessoa mais calma e independente.

Já Sabendo disso, podemos lembrar e perceber que é possível mudar!  Somente você e mais ninguém será responsável pelas suas atitudes, então é através de você mesma que vai buscar sua felicidade.

Colocando isso em mente e acreditando, analise sua relação atual, ou a sua última relação, e pare pra pensar quando foi a primeira vez entre esses relacionamentos que você se sentiu desconfortável, frustrada, amargurada, infeliz, desvalorizada.

De acara você irá perceber que foi bem no começo, foi aí que você enxergou o que estava errado e quis mostrar que poderia mudar isso, que aquela pessoa que você tanto amava ou ama, tinha X motivos para agir dessa maneira, que seria só incentivar e investir para mudar essa situação que se criou. Não é simples? Quando sofremos por amor, criamos desculpas para prosseguir vivendo isso.

5 dicas maravilhosas para deixar o medo de lado e ter um relacionamento feliz

1. USE a tecnologia

A tecnologia mudou varios os namoros, isso todo mundo sabe.  Com ela, você pode se expressar por meio de declarações apaixonadas através de fotos nas redes sociais, e conversas intermináveis e vários outros meios. Isso sem contar que dá pra matar a saudade a qualquer momento, por causa do Skype, ligações de vídeo, FaceTime. Viva a modernidade!

2. TENHA Confiança!

Sabemos que a confiança é à base de tudo! Seja qual for a relação! Principalmente em um relacionamento onde os dois estão loucamente apaixonados pelo outro. E uma vez quebrada essa confiança, ficará difícil manter um relacionamento saudável com a pessoa amada.

E caso você não esteja pertinho da pessoa que você tanto ama, claro, não é fácil esquecer das neuras e confiar plenamente na pessoa que a gente ama. Pra não dar mole, é preciso ficar de olhos bem atentos, mas sempre acredite que seu amado está sendo fiel a você. Se a pessoa vacilar, acredite, ela não é a certa pra você! Caia fora!

3. Controle o ciúme!

E quando bate aquela enorme vontade louca de sair stalkeando todas as redes sócias daquela pessoinha! Pois é, tenha cuidado, esteja atenta, se você não resistir àquela pulguinha atrás da orelha, pode acabar arrumando sérios problemas onde não tem. Pense bem antes, pense duas vezes antes de dar aquele ataque nervoso de ciúmes e arranjar uma briga boba.

4. Cumpra com o que você diz.

Quando disser que vai fazer algo, então faça. Não diga que fará e simplesmente não faça, ou esqueça. O que isso faz é destruir a confiança sistematicamente e claro, deixar a pessoa que você ama, triste. E os relacionamentos precisam de confiança para terem sucesso, por isso, cumpra suas promessas e honre sua palavra.

5. Quando vem a distância:

Quando existe aquela distancia, os dois pombinhos são privados de trocas de olhares, abraços e demonstrações físicas de afeto quando estão distantes, isso é obvio. Tudo isso deve ser traduzido em palavras nos bate-papos. Por este motivo, capriche quando estiver falando com a pessoa que gosta, porque é uma parte fundamental do processo e um relacionamento saudável.

O que torna um relacionamento saudável é escolher das opções de resolver esses problemas e passar por situações difíceis, ao invés de apenas deixar os problemas e o ressentimento irem acumulando. Toda relação tem seus desentendimentos e dias em que permanecer não é a escolha mais fácil, se lembre disso.

Esquece esse medo

Já Sabendo disso, podemos lembrar e perceber que é possível mudar!  Somente você e mais ninguém será responsável pelas suas atitudes, então é através de você mesma que vai buscar sua felicidade.

Colocando isso em mente e acreditando, analise sua relação atual, ou a sua última relação, e pare pra pensar quando foi a primeira vez entre esses relacionamentos que você se sentiu desconfortável, frustrada, amargurada, infeliz, desvalorizada.

De acara você irá perceber que foi bem no começo, foi aí que você enxergou o que estava errado e quis mostrar que poderia mudar isso, que aquela pessoa que você tanto amava ou ama, tinha X motivos para agir dessa maneira, que seria só incentivar e investir para mudar essa situação que se criou. Não é simples? Quando sofremos por amor, criamos desculpas para prosseguir vivendo isso.

Arriscar ou não ?

Se você de repente, se interessou por alguém que logovocê percebe de cara repete o padrão de comportamento, se pergunte por que você insiste nisso se é realmente isso que você quer para sua vida. Enxergue para dentro de si, analise o quão você está fantasiando a pessoa e essa relação, e tenha coragem e audácia e responsabilidade por você, mude seu padrão se for necessário.

Estas pessoas colocam seus esforços, se dedicação com afinco a procurar um relacionamento, mas simples tragédia nada acontece, é necessário deixar o medo e as experiências antigas, no passado!

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: