Preparar a pele para a maquiagem aprenda dicas bem fáceis

Preparar a pele para a maquiagem aprenda dicas bem fáceis
Avalie esse artigo

 

Como você começa a sua produção de make? Já começa com a base ou primer direto na pele, sem nenhum cuidado anterior? Apenas lava o rosto antes de começar? Sabe que deveria preparar a pele, mas não como? Hoje vamos apresentar a importância de preparar a pele antes da maquiagem e dicas para que você não caia na preguiça e pule essa etapa.

A preparação da pele é uma das partes mais importantes da maquiagem que não deve ser negligenciada, pois a preparação adequada garante a durabilidade da make, fixação dos produtos e promove a hidratação e proteção da pele da maquiagem e sujeira.

Portanto não esqueça: o preparo da pele para receber a maquiagem é uma etapa superimportante e não devemos pular essa etapa para uma make de qualidade!

Ver também: Primer colorido: cobre manchas, olheiras e neutraliza o tom da pele

#1. Limpeza:

A produção se inicia pela limpeza da pele, com a remoção de maquiagem e sujeiras. Se houver maquiagem no rosto, basta passar demaquilante e na sequencia lavar o rosto com sabonete que promova a limpeza profunda da pele.

Se a pele estiver sem maquiagem basta lavar o rosto com o mesmo sabonete. Após um bom enxágue a pele deve ser seca com batidinhas tá toalha no rosto, esfregar a toalha na pele causa vermelhidão e irritação da pele, não ajudando na make ou na saúde de sua pele.

#2. Tonificar:

Após a limpeza, deve ser aplicado tônico facial ideal para o seu tipo de pele, podendo ser adstringente ou não. Essa etapa serve para fechar os poros, promovendo um aspecto mais saudável para a pele. O tônico também colabora na recuperação de vitaminas que a pele perde com o tempo, além de evitar a oleosidade.

#3. Hidratar:

Em seguida a pele deve ser hidratada, devolvendo a água que a pele perde ao longo do dia. Com uma pele bem hidratada, a maquiagem fica mais bonita e iluminada e diminui a chance do efeito “craquelado” da maquiagem. Além da hidratação contínua, hidratar antes de aplicar a maquiagem também protege a pele das agressões dos produtos.

A textura do produto varia com o seu tipo de pele. Por exemplo, se sua pele é oleosa ou mista a melhor opção são os hidratantes em gel ou as loções; já se sua pele for seca o melhor são os cremes hidratantes. Na aplicação é interessante fazer pequenos movimentos circulares enquanto espalha o produto pela face e pescoço, ajudando a ativar a circulação de sangue no rosto.

#4. Aplicar primer:

O primer é outro reforço na preparação para a maquiagem, seja para o rosto, boca e olhos. Ele fecha mais os poros e ajuda a segurar a maquiagem no rosto. O produto também controla a oleosidade e deixa a pele com uma textura mais aveludada e viçosa. De fato a durabilidade da maquiagem é maior quando ocorre o uso do primer.

# Corrigir olheiras, manchas e marcas de espinhas:

Nessa etapa lançamos mão do corretivo, queridinho de todas, e principalmente de quem tem manchas, espinhas ou olheira. O principal objetivo do corretivo é anular as imperfeições e neutralizar a pele em um tom só, o tom da sua pele!

Para conseguir esse resultado existe uma regrinha básica baseada no uso das cores. Então vale o investimento em paletas de corretivos coloridos, além dos tons mais naturais. A regrinha consiste em cobrir as imperfeições com o corretivo no tom exato que corrija e neutralize a pele, as misturinhas corretas são:

  • Manchas avermelhadas: utilize corretivo verde;
  • Manchas azuladas: utilize corretivo coral;
  • Manchas marrom ou lilás: utilize corretivo amarelo;
  • Manchas alaranjadas: utilize corretivo azulado;
  • Manchas brancas: utilize corretivo coral

Se após a aplicação o colorido do corretivo for muito evidente, o próximo passo é completar a make cobrindo toda a área do rosto com uma camada de base, sempre cuidado para não usar produto em excesso e carregar demais a área.

#Base e pó (compacto e/ou solto)

Já com a pele preparada e imperfeições neutralizadas é o momento de aplicar a base e fazer a finalização da pele. Um ponto importante e que pode atrapalhar o trabalho é entender o seu tipo de pele e quais as texturas e ingredientes que cada pele precisa.

Pele normal: tem textura suave, elasticidade, firmeza e aparência saudável. Nesse caso a aplicação da base pode ser bem leve ou até nenhuma. Caso o desejo seja utilizar técnicas para modelar o rosto é importante investir em produtos cremosos e em pó para selagem.

Pele Oleosa: é escorregadia no tato e é mais brilhante, com poros mais dilatados e tendência a acnes e cravos. Nesse tipo de pele é preciso caprichar na limpeza antes de aplicar a maquiagem e usar apenas produtos oil free e específicos para esse tipo de pele e até para a faixa etária.

O spray fixador é um grande aliado para garantir a fixação da pele sem correr o risco de usar mais um produto cremoso ou em pó. Esse spray ajuda a fechar os poros dilatados e reter o suor.

Pele Seca: é sem brilho, opaca e áspera, possui regiões de pele mais fina e sensível, com coloração e pouca elasticidade. A tendência é que a pele descame e a maquiagem pode ficar com aspecto craquelado, pois rugas e linhas de expressão aparecem mais rápido e a pouca umidade racha a pele.

Os produtos usados devem hidratar e nutrir a pele para manter um aspecto saudável e deve-se evitar aplicar diretamente pó compacto no rosto. O ideal são bases líquidas e hidratantes, evitando o tipo de base-pó. Para iluminar essa pele é preciso acrescentar um brilho que não é natural e os melhores são os úmidos e produtos com efeito de brilho, como blushs, sombras e pós.

Pele mista: é a mais comum de encontrar e apresenta áreas oleosas, como a famosa zona T (testa, nariz e queixo); já os olhos e maçãs do rosto a pele é mais seca. É uma pele que costuma descamas no frio e apresenta cravos nas partes oleosas do rosto. Para esse tipo de pele é importante utilizar texturas variadas, um tipo para as áreas oleosas e outro para as áreas mais secas.

O pó compacto ou solto é usado para selar a maquiagem em todos os tipos de pele. O interessante aqui é após uma boa cobertura da pele, aplicar o pó com um pincel, para garantir uniformidade e suavidade. Para as mais secas ou com uma camada mais leve de base não há necessidade de muito produto.

Nas peles oleosas usar mais pó e até aplicar o pó compacto direto na base com uma esponja própria pode garantir um melhor acabamento e retenção da oleosidade. Para a pele mista, os dois tipos de pó funcionam e a aplicação com pincel apropriado continua garantindo a suavidade e uniformidade; já a quantidade de produto aplicado nas diferentes regiões do rosto.

Além da preocupação com o tipo de pele, é muitíssimo importante atentar para as tonalidades desses dois produtos! Se você não sabe qual é seu tom de pele, um truque rápido é aplicar dois ou 3 tons que você acha serem parecidos com natural e, na luz natural, veja qual é o tom que mais se aproxima da sua pele e deixa um efeito natural. Em alguns casos o seu tom de base e pó não será apenas 1, mas a combinação entre dois tons.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: