PSICOLOGIA DAS CORES NA MAQUIAGEM

PSICOLOGIA DAS CORES NA MAQUIAGEM
4 (80%) 1 vote

 

A maquiagem ressalta a beleza e, para muitas mulheres, é um ritual sagrado no dia-a-dia. Inclusive, a personalidade e o humor de cada uma influencia diretamente na escolha de produtos e cores, sendo fatores decisivos na hora de produzir uma make, que pode variar entre tonalidades de rosa, bem romântica, ou até preta, no estilo gótico suave.

Grandes estudiosos já se aprofundaram na teoria das cores, entre elas: Aristóteles, Isaac Newton e Goethe. Entre os estudos das cores, muitos deles são influenciados por aspectos psicológicos, embora o fato não seja comprovado cientificamente.

Há uma pesquisa realizada pelo instituto de Psicologia da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, que afirma que o batom, além de mudar o visual da mulher, pode garantir uma confiança extra.

Entre mulheres apaixonadas por maquiagem e outras menos interessadas, o estudo avaliou individualmente o perfil das consultadas e a relação com a escolha de determinadas cores de batom.

Ver também: Veja motivos maravilhosos para você colocar seu lápis de olho no congelador

HARMONIA DAS CORES NA MAQUIAGEM

Harmonia complementar (duas cores opostas). Harmonia análoga (combinações das cores que se encontram uma ao lado da outra no disco das cores). Harmonia monocromática (harmonia de uma só cor com tonalidades diferentes é agradável à nossa vista).

Criar a perfeita harmonia entre as cores da sua maquiagem e suas roupas pode deixá-la ainda mais bonita, como também pode roubar sua beleza. Escolhendo tons corretos para a sombra, batom ou blush, sua make consegue revelar ainda mais a sua beleza.

Existem três grupos de cores: as cores quentes (vermelho, amarelo, laranja e dourado), as frias (azul, verde, roxo e prata) e as neutras (cinza, preto, branco e marrom). Na hora de escolher os tons para sua maquiagem, procure não misturar cores quentes com frias. Já os tons neutros podem combinar entre si, brinque com os tons e abuse da criatividade.

Outro ponto muito importante é harmonizar as cores com seu tom de pele. Pessoas louras ficam muito bem com os tons de salmão, verde, azul e marrom. Para as morenas, o rosa, dourado e o preto favorecem a beleza. Já as ruivas devem preferir o laranja, o cobre, marrom e verde. As cores vivas e cítricas caem muito bem para as negras, enquanto as orientais os tons de bege, marrom e dourado ficam bem melhores.

Há um ponto a ser esclarecido: não há cores que rejuvenesçam, porém o azul celeste (para as louras!) pode envelhecer, enquanto que o rosa claro para as senhoras não cai muito bem, dando um “ar” de boneca.

É válido dizer que, quanto mais avançada a idade, menos intensidade de cor deverá ser aplicada. Por exemplo, se sua cor pessoal for verde; esse tom deverá se menor na medida em que avança na idade. As regras existem mas não há problemas em quebrá-las desde que haja harmonia entre as cores e tons.

TRAÇANDO UM OBJETIVO:

Ao se arrumar para o trabalho ou para um evento é natural que as mulheres queiram se maquiar, mas há um detalhe que nem sempre é observado: qual é o objetivo dessa maquiagem? Isso mesmo, não basta querer só ficar mais bonita. Para que um look perfeito fique bem orquestrado com a maquiagem é preciso definir o seguinte:

– O visual completo é para festa ou trabalho?

– Para qual aspecto se deseja dar maior destaque: maquiagem ou roupa?

Se a escolha na opção dois for a maquiagem, ainda será preciso definir qual será o ponto de destaque (que precisa ser um só): boca ou olhos? Feita a escolha agora vamos entender o círculo cromático.

ENTENDENDO O CÍRCULO CROMÁTICO:

O círculo de cores é dividido em cores quentes e frias. As quentes são cores mais vivas. Geralmente transmitem uma sensação de calor, energia e positividade.As cores frias são mais calmantes, frescas e dão sensação de suavidade. As cores chamadas neutras são o branco, o preto, o cinza e o marrom, bem como todas as suas tonalidades possíveis.

Por meio do círculo cromático fica fácil entender como fazer combinação de cores e quais se complementam. É bom usá-lo como referência na hora de maquiar alguém ou se auto maquiar.

COMO APLICAR A HARMONIA DE CORES NA MAQUIAGEM PROFISSIONAL:

Para uma maquiagem profissional perfeita é importante escolher o ponto a ser destacado, depois a cor (ou cores) que será usada no local e, na sequência, qual será a cor (ou tom) a ser aplicada nos demais pontos para que tudo se organize em plena harmonia.

Quando a opção de destaque for o olhar e a escolha da cor envolver pretos e cinzas, o batom pode ter até uma cor contrastante, desde que seja bem claro (um rosa, por exemplo). E se a sombra desejada for de uma cor mais intensa, como verdes ou azuis, melhor deixar a boca em tons de nude. Escolhas de cores que conflitem pelo destaque ou que não combinem entre si pode estragar seus planos.

Cores Adequadas deixam no rosto uns aspectos mais luminosos, saudáveis, jovens e cheios de energia. A pele fica mais uniforme, atenuando as imperfeições e suavizando os  traços indesejados. Valorizam e definem os contornos. Criam um equilíbrio entre a cor dos olhos, cabelos e pele, deixando o rosto harmonioso.

O uso adequado das cores também ressalta os pontos fortes do rosto, contribuindo para a melhoria do bem estar físico e psicológico. 

Cores Inadequadas:

As imperfeições do rosto, como rugas, linhas de expressão, olheiras, manchas, etc, tornam-se mais acentuadas ou pronunciadas: a pele perde o brilho natural ficando com aspecto acinzentado ou oliváceo. Os contornos do rosto tendem a sofrer transformações, tornando-se indefinidos ou acentuando traços desfavoráveis. Também pode provocar um aspecto cansado, às vezes até mesmo doentio. 

Exemplos: 

Base e/ou pó: a base deve sempre acompanhar o matiz da pele. Existem dois tipos de base: a de matiz alaranjado (quente) e a rosada (fria). Para as peles negras, existem também dois tipos de base: marrom-alaranjado (quente) e a marrom-acinzentada (fria).

Sombra: todas as cores de sombra, incluindo os tom neutros (brancos, bege, cinza, marrom e preto) devem harmonizar com o tom da pele, dos olhos, do blush e do batom.

Blush: deve também acompanhar o matiz quente ou frio da pele e da sombra.

Batom: deve acompanhar o matiz da pele e a tonalidade do blush. Por exemplo, se o blush é rosa-pêssego, o batom não pode ser rosa-pink.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: