Reconquistando o ex: como não confundir carência com saudade

Reconquistando o ex: como não confundir carência com saudade
Avalie esse artigo

Depois que você termina um relacionamento é natural sentir saudade logo no início. Afinal, a separação dos amantes, como chamam alguns autores, pode ser motivo de gatilho para desencadeamento de um processo de luto. Sim, para seu psicológico vai ser como se alguém morresse para você.

Em alguns casos, acontece realmente assim e nunca mais esse alguém invade seu coração ou pensamentos. Mas esse desfecho não acontece com a maioria das pessoas.

Quando pensamos em saudade, sempre podemos nos lembrar das histórias contadas pelas avós. Elas sempre são mulheres guerreiras. Pode ter certeza, que muitas durante a juventude viveram um grande amor. Esse grande amor não eram os avôs.

Infelizmente, no contexto social e cultural elas se viram privadas de viver a grande história de amor de suas vidas. A maioria se casou com alguém que achava que deveria casar e não alguém que realmente amava.

Viveram como esposas que naquela época era chamada de exemplar, tendo que muitas vezes abrir mão de seus sentimentos. Mas, elas ainda se lembram do seu grande amor.

Apesar de tudo ainda costumam contar histórias sempre que podem daquele que conquistou seu coração. Lembram até hoje das letras de canções e poesias que recitava em família, provavelmente pensando nele. Isso é saudade, essa é a verdadeira essência da saudade.

Ver também: Como agir depois do sexo para reconquistar seu ex

Carência é falta, privação de algo em você e uma enorme necessidade afetiva. Se você é carente isso é algo que está em você e não deve ser projetado em outra pessoa. Mas a gente acaba projetando e colocando expectativas em alguém que acaba tendo essa na verdade é carência.

A partir daí todos os antigos relacionamentos se pintam de perfeição e você insiste em querer retomar experiências passadas. Garota, antes de pegar o celular, segura a onda e pense:

É carência ou é saudade? Aposto que a resposta correta logo vai aparecer na sua mente, mas se ainda não se convenceu, quero te dar treze motivos para guardar logo esse celular!

Motivos para não confundir carência com saudade

  1. Vai ficar desacreditada

Por você, pelos seus amigos, pela sua família e até pelo ex que você quer contatar. Afinal, quem acredita em alguém que muda de ideia tão fácil e volta atrás numa decisão que foi tão difícil de ser tomada?

  1. Você vai se arrepender assim que voltar a razão

Os problemas antigos estarão lá do jeito que você deixou. Assim que seu racional falar mais alto que seu emocional, você vai se dar conta disso.

  1. Você está selecionando, mesmo sem perceber, apenas lembranças boas

Sim, a nossa cabeça é muito esperta. Quando a gente quer algo, encontra mil razões para nos justificar. Você faz isso mesmo que inconscientemente, então, garota, foca! Se só consegue se lembrar das coisas boas, vasculhe a sua mente atrás dos problemas que separaram vocês, porque sei que eles estão aí em algum lugar.

  1. Você vai continuar carente

Se estiver carente, logo depois da empolgação de algo novo na sua vida, a carência vai voltar. Junto dela, ainda vai virá uma frustração da tentativa de tentar suprir uma falta, em vão.

  1. Não é possível reviver o passado

Se for saudade, quer dizer que vocês tiveram, sim, muitas coisas boas. Mas passado é passado. Mesmo que você tente recriar essa história em algo novo no presente, não será possível viver novamente o que já foi vivido. Tudo já mudou neste tempo, inclusive você.

  1. Também não é possível apagar o passado

O fantasma do rompimento anterior sempre estará assombrando vocês e não será possível apagar este tempo. Também não será possível apagar tudo que aconteceu enquanto os dois não estavam juntos.

  1. Você estará ocupada demais para abrir espaço para o novo

Se alguém realmente interessante aparecer na sua vida, você vai perder. Estará tão focada e concentrada em tentar consertar algo do passado que poderá perder a oportunidade de conhecer novas pessoas.

  1. Lembre-se de como foi a decisão do rompimento

Tenho certeza que quando o rompimento estava próximo, as coisas estavam muito mais claras. Mesmo que não tenha sido você quem decidiu terminar a relação, as coisas provavelmente estavam indo de mal a pior. Lembrar-se dessa época, pode te ajudar bastante.

  1. Você estará regredindo

Tentar viver o passado neste caso é regredir. Voltar atrás em tudo que você tinha conseguido reconstruir assim que terminaram. Provavelmente você passou por toda uma caminhada para superar isso e agora só estará ignorando todo o trabalho duro que teve para se reerguer.

  1. Pense: você está mesmo pronta para um relacionamento?

Voltar com alguém que você já esteve antes, significa trazer junto toda uma história. Será mesmo que você já quer e está pronta para um relacionamento sério com alguém? Será muito difícil manter tudo casual neste contexto. Além disso, se está carente, provavelmente você deve se resolver com você mesma.

  1. Você merece mais do que isso!

Sabe aquela vontade de encontrar alguém bacana que realmente seja bom para você, te complemente e te jogue para cima? Então que tal procurar alguém que te valorize e que te dê tudo àquilo que você precisa?

  1. Valorize-se!

Agora, se você acha que você não merece mais, quem tem que se valorizar é você! Afinal, você merece o que te faz bem e feliz. Quando encontrar alguém assim, tenho certeza que conseguirão construir um relacionamento mais forte, com muita parceria para enfrentar os problemas que virão.

O que você está tentando suprir colocando alguém em sua vida? Essa é a pergunta que você deve se fazer. Um relacionamento não pode ter o lugar de suprir nada aí dentro. Você deve ser completa em si, para aí sim, trazer algo de bom para alguém. Afinal, relacionamento é uma via de mão dupla, ou você quer mesmo apenas sugar de alguém o que te falta?

Aaah… a saudade!

Que tal parar de pensar na saudade como algo a ser resgatado? A saudade nos remete a lembranças de coisas boas e aquele sentimento melancólico de um momento bom que vivemos. Então, não encare a saudade como a necessidade de trazer algo de volta.

Você não vai conseguir, passou e nunca será como antes. Encare a saudade como um capítulo da sua vida, escrito com muito amor e que teve seu fim, quando seu tempo passou. Encare cada lembrança como aprendizado para começar um novo capítulo em sua vida. Garota, capricha nessa nova etapa! Reescreva-se, reinvente-se!

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: