Reconquiste seu amor consertando os problemas do seu relacionamento

Reconquiste seu amor consertando os problemas do seu relacionamento
Avalie esse artigo

A convivência a dois tem momentos felizes e muito romantismo, mas tem horas em que nem tudo são flores. E aí basta um motivo, por menor que seja, para começar uma discussão daquelas.

As brigas entre casais são normais, podem acontecer com qualquer casal. Mas o melhor mesmo é evitar essas brigas sempre que for possível.

Problemas no relacionamento todo mundo tem. E muita gente fica preocupada quando as discussões e brigas parecem não ter fim.

Quando duas pessoas se amam de verdade, colocar o fim na relação sem antes ter tentado evitar seu fim parece injusto. Talvez não funcione pra todo mundo, mas não custa tentar!

Confira uma lista com 15 dicas pra que seu relacionamento não tenha um fim:

1 – Tenha (e mantenha) seu espaço

Pode parecer contraditório, mas não é. Por mais que vocês queiram ficar o tempo inteiro juntos, é essencial que cada um preserve seu lado como indivíduo. Se vocês fizerem sempre tudo junto, a sensação de sufocamento aumenta. Consequentemente, os conflitos também.

Ver também: Como reconquistar de uma vez por todas um relacionamento que vai e volta?

2 – Dialogue sempre

Qualquer coisa é motivo de conversa. Fale mais sobre seu dia, pergunte mais sobre o dia dele(a). Não deixe que o sentimento de camaradagem e amizade entre vocês diminua. Porque antes de namorados, vocês devem ser cúmplices.

3 – Faça-se feliz

Nunca espere que outra pessoa lhe fará feliz. Nós somos os responsáveis pela nossa própria felicidade! O outro vem apenas complementar esse sentimento. Então busque sempre fazer aquilo que lhe deixa feliz.

4 – Cuidado com a rotina

A tão temida rotina acaba se instalando hora ou outra. Rotina é uma coisa boa se não repetida com frequência. Não há nada de errado em querer ir ao cinema toda sexta-feira, mas que tal combinar o cinema com outros programas?

Sejam criativos. Com o passar do tempo, tendemos a ficar mais enxeridos na família do outro, achando que temos o direito de fazê-lo. Diferenças existem? Sempre. Mas aprenda a viver com elas e evite que elas atrapalhem sua relação.

6 – Não acumule mágoas

Brigas mal resolvidas podem ser o estopim para brigas bem feias. Pra evitar isso, procurem resolver na hora aquilo que incomoda ou magoa. É a história de “não ir pra cama brigados”.

7 – Palavras X Ações

Desculpas mostram que a pessoa ficou arrependida pelo o que fez. Mas elas não são a solução para tudo. Se você ou o outro não mostrarem com ações que as coisas mudaram, as desculpas começarão a perder o seu valor. Então aja mais.

8 – Parceria

Você e seu companheiro(a) devem ser parceiros, não como chefe e empregado. Ninguém manda em ninguém. Entenda que as pessoas são livres, mas que se existe amor, elas serão leais a você.

9 – Traição: acerte os ponteiros

Cada pessoa tem uma opinião diferente sobre o que é ou não traição. Conversem e partilhem suas opiniões sobre isso antes que um de vocês faça algo que o outro considere traição.

10 – Não perca o romantismo

Se no começo vocês trocavam cartas e faziam declarações(mesmo a mais singela delas) um para o outro, não deixe que o tempo anule isso. São essas coisas que trazem a sensação do começo lindo e florido de uma relação.

11 – Faça a pessoa querer

Acredite: homens e mulheres comprometidos pensam(vez ou outra) sobre os prós e contras de namorar. Então faça seu relacionamento valer a pena! Elogie, incentive, brinquem mais, conversem mais e façam mais sexo.

12 – Não descuide da aparência

Ela é a chave para coisas importantes, como o tesão e a vontade de fazer sexo. Tenha amor próprio e procure aumentar sua auto estima. Cuide de sua alimentação e faça exercícios.

13 – Amor não anda só

Amor recíproco é essencial, mas ele não faz um relacionamento andar sozinho. É preciso lealdade, atenção, carinho, cuidado, sexo, companheirismo.

14 – Colhe-se aquilo que se planta

Isso serve para agricultura e para relações humanas. Quer ser bem tratada? Trate os outros bem. E isso inclui não só seu namorado(a), mas os amigos dele(a), a família dele(a), o garçom, o motorista.

15 – Pegue leve e brigue menos

Certas atitudes não mudam. A meia vai ficar no meio da sala por mais que você implique com isso. Então relaxe mais e evite brigar por coisas idiotas e que não merecem atenção. Brigas desgastam e só podem piorar tudo.

Dicas para evitar as brigas

1 – Mantenha a calma e pense antes de falar

Quando o nervosismo toma conta, é difícil manter o controle. E aí falar tudo o que vem à cabeça sem pensar nas consequências, inclusive alguns insultos, pode gerar desgastes desnecessários.

Por isso, cuidado para não falar e fazer coisas das quais você pode se arrepender. Por mais impossível que isso possa parecer, mantenha a calma e pense muito bem antes de dizer algo.

2 – Nada de comparações

Além do uso indevido de palavras, outro erro bem comum que pode acabar em briga é comparar seu parceiro com outras pessoas. E o problema fica maior ainda se a comparação for com o ex.

Se você não gosta desta ou daquela característica do seu companheiro, se alguma atitude incomoda, não faça comparações. O melhor é tentar conversar pacificamente. Afinal, todos temos defeitos.

3 – É preciso ter jogo de cintura

Para conviver em paz e evitar as brigas, seja no namoro ou no casamento, ter jogo de cintura é essencial. Isso significa que você deve falar o que pensa, mas também precisa ouvir e respeitar o ponto de vista do seu parceiro.

4 – Alguém tem que ceder

Muitas brigas no relacionamento também poderiam ser contornadas se as vontades de ambos fossem compartilhadas. A vontade de um ou de outro não deve prevalecer todas as vezes, alguém sempre vai ter que ceder.

Tentar obrigar, impor as coisas transforma o relacionamento em uma disputa de “cabo-de-guerra” e no final os dois são vencidos pelo cansaço, ninguém leva a melhor.

5 – O bom senso é sempre um aliado

Cada relacionamento tem seus problemas em particular, mas em todos os casos o bom senso é sempre um aliado para evitar conflitos. Quando surgirem os problemas, não tenha medo de expor como você se sente naquele momento e como gostaria que a situação se resolvesse.

Avaliem as possibilidades, qual o melhor caminho para solucionar a situação e tentem tomar uma decisão de comum acordo

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: