Segredos para Aceitar o “não” (IMPERDÍVEL)

Segredos para Aceitar o “não” (IMPERDÍVEL)
Avalie esse artigo

Nosso parceiro é limitado! Ele se recusa a satisfazer nossos pedidos, que são os mais legítimos. Além disso, se é a crise do casal, é porque ele nunca nos ouve. Ele age como uma pessoa egoísta suja. Uau, minuto! E se estivéssemos pedindo demais?

Ver também  Dormindo com um Amigo: Boa ou má Ideia? (IMPERDÍVEL)

Aprenda a aceitar a recusa em evitar a crise no casal

Quando uma crise no casal irrompe, muitas vezes é porque um ou outro dos cônjuges se recusa a obedecer. E quem defende suas necessidades está certo! Mas, entre nós, nosso parceiro não está errado em reivindicar sua liberdade de escolha. Mas, vamos encarar isso, muitas vezes é difícil dizer não.

Depois de múltiplas tentativas de comunicação, ver de manejar, receber um não é fácil. Estamos cansados ​​de esperar. Quando o outro vai nos ajudar? Nós finalmente percebemos que não temos nenhum poder. Nosso cônjuge se atreve a nos opor. Nosso ego leva um golpe em toda fé.

O mais irritante é que nós merecemos muitos “sim” ilimitados. Por quê? Porque nós, nós damos todos os dias sem contar! Mas aqui, como Jacques Salomé e seus colegas dizem, não podemos esquecer que somos dois no relacionamento. Apesar de estarmos em situação de crise no casal, nosso objetivo é restaurar a harmonia no relacionamento. Não vamos lutar contra o nosso parceiro que defende suas necessidades quando diz não.

Espero trazer-lhe soluções para aprender a aceitar as próximas recusas do seu cônjuge. Então, na próxima crise, volte aqui e me diga se as soluções são boas ou completamente inapropriadas!

1)    Reconhecer o direito de existir do nosso parceiro

Sim … parece óbvio reconhecer o direito de existir do nosso parceiro. Mas se isso acontecer, receber um “não” não impulsiona uma crise no casal. Aqui estão 3 erros que provam que deixamos muito pouco espaço um para o outro. O objetivo: estar ciente de nossos erros para poder corrigi-los.

Nosso ego se expressa com grande alegria. Incapaz de digerir um “não”, não vemos mais do que a nossa pequena pessoa. Nós reagimos na defensiva. Nós reclamamos do comportamento do outro. Nós dizemos em voz alta o que sofremos. De fato, exigimos que o nosso parceiro aja porque ele é responsável pelo que vivemos.

Estamos até na ilusão de ouvir. Mesmo se perguntarmos por que ele se recusa, nem sequer ouvimos a resposta. Nosso “por que você diz não? “Significa mais um” mas por que você está fazendo isso comigo? Por que você é assim? Se eu soubesse, nunca teria ido ao nosso primeiro encontro. ”

E então, se nosso cônjuge tiver a chance de escorregar uma resposta, é legítimo desacreditarmos seus motivos.  Não é a pessoa com quem mora quem deve contar mais em sua vida? Qual é a maldita coisa (ou a pessoa amaldiçoada) que vem antes de nós?

Por exemplo, nossa esposa diz que não pode pegar as crianças quando elas saem da escola. Em questão de um segundo, ruminamos antes mesmo de falar.  Somos sempre nós que somos responsáveis ​​pelos filhos. Monsieur esquece que essas crianças, ele as queria um dia. Em suma, um “não” incomoda. »Você tem alguma outra coisa para fazer? O quê?! Você prometeu ao seu primo ajudá-lo a montar sua mobília? Mas por que você não se preocupa antes de tudo com o que está acontecendo em sua casa?! “.

Por fim, defendemos nossas necessidades sem alcançar as do nosso parceiro. Sim, porque no fundo é ele, a pessoa amaldiçoada que vem antes de nós. Não é para sua prima que ele diz não. Ele diz que não preservar sua necessidade de ser uma pessoa confiável (imaginando que a montagem do mobiliário está prevista para uma semana já).

Como costumo dizer, vamos ser honestos. Nosso parceiro não diz “não” de propósito para nos esgotar. Diz não porque tem a preocupação de afirmar suas necessidades. Nosso cônjuge é o que ele é através de suas emoções. Querer a todo custo um “sim” é matar nosso cônjuge. É impedi-lo de existir pelo que é.

Em suma, reconhecer o direito do outro a existir é entrar na troca em vez de perseverar num mundo de ditadura. Dar espaço ao cônjuge é ouvir e aceitar suas necessidades.

2)    Compreender a origem da nossa aversão ao “não”

Aqui, é Jacques Salomé quem nos ilumina. Isso nos ajuda a entender por que temos tanto trabalho para conseguir um “não”. De acordo com esse especialista em comunicação, nossa dificuldade em dizer não hoje está intimamente relacionada ao nosso relacionamento com nossos pais. Na verdade, são os homens de hoje que se irritam com o menor não. É a criancinha em nós.

Nós crescemos com a crença de que o ente querido é dedicado à imagem da mãe. Jacques Salomé nos convida a repensar a relação de mãe e filho. Não, nós não vamos culpar a mãe, embora … Na verdade, a mãe cuida do bebê, depois do menino ou menina que éramos. Sem mamãe e papai, nós não sobrevivemos. A mãe atende às necessidades de seu filho, que não pode fazer praticamente nada sozinho (exceto babar e quebrar qualquer coisa que ouse se aventurar em seu caminho). Mamãe é um pouco de cuidado. Ela se dedica. A criança cresce e seu cérebro se desenvolve.

Duas equações que nos tornam alérgicas à recusa. A criança integra o fato de que sua mãe (ou pai) faz tudo por sua pessoa. Como menino ou menina, nossos pais são nossos primeiros amantes. Então, quando estamos em um relacionamento, temos duas equações em mente:

  • meu/cônjuge me ama: faz tudo para atender minhas necessidades
  • meu parceiro não responde e se opõe às minhas necessidades: ele não me ama.

Ou, quando nosso parceiro diz não, às vezes dizemos, “mas o que fiz para merecer tão pouco apoio”? Alguém se pergunta sobre a falha cometida. A recusa aparece como uma punição.

3)    Mova a nossa atenção para a necessidade do nosso parceiro

A solução para evitar a briga: aberta à necessidade do outro, pare de ouvir só a nossa. Há uma crise no casal porque todos defendem e defendem sua necessidade violentamente. Ambos os parceiros consideram que suas respectivas necessidades não são levadas em consideração. Imagine: nós pedimos, e nós temos um bom não. Estamos em conflito porque o outro não quer honrar nosso pedido. O outro defende suas posições com firmeza. Por quê? Porque o outro está ficando áspero com nossa insistência e nossas reprovações equivocadas.

É insuportável sentir-se compelido por alguém que não se importa com a nossa disponibilidade. Em suma, a crise no casal vem quando um dos parceiros não quer cumprir a ditadura. A tensão está aumentando e o diálogo não é mais possível.

A frase secreta que leva à aceitação Na verdade, quando recebemos um não, nunca se esqueça de ter em mente a famosa frase de “o que o outro diz sim quando ele diz não para mim?”.

Porque sim, o mundo não está apenas ao nosso redor. O problema quando você está em um relacionamento é que você tende a esquecer que o que nos faz é você + eu. Embora nós somos feitos de projetos comuns, você e eu somos duas personalidades distintas com necessidades distintas.

Quando nos perguntamos o que a outra pessoa diz sim quando ela nos diz não, nos voltamos para a escuta e a compreensão e, portanto, para a aceitação.

finalmente, conseguimos aceitar não quando percebemos o triste regime de ditadura que queremos impor. O adulto que somos é capaz de lidar com o não, e isso, mesmo que a criancinha em nós não esteja segura. Finalmente, para entender que nosso cônjuge diz sim a uma de suas necessidades quando ele nos diz não, é finalmente capaz de aceitar a recusa.

Livro para Conquistar um Homem:

Pesquisamos na internet e descobrimos alguns Livros para Conquistar um Homem.

Após pesquisar tudo sobre Frases da Conquista, verificar a procedência e qualidade. Também verificamos o que tinha menos reclamações no Reclame Aqui e o que tem mais depoimentos mostrando resultados reais da eficácia.

O melhor Livro que ensina como Conquistar um Homem foi o Frases da Conquista.

Frases da Conquista Funciona?

Frases da Conquista é um Livro com técnicas simples de hipinose e comportamento humano. É um livro best-seller, segundo a autora mais de 130mil cópias vendidas até 2017. Um livro que já está sendo aplicado e tranformando a vida de mulheres que não sabiam como lidar com os homens.

A ÓTIMA NOTÍCIA é que está disponível a venda para todo Brasil pela Internet no site http://thaisortins.com.br

Depoimento e avaliações do Frases da Conquista:

No site oficial você encontra tudo como funciona o Frases da Conquista, aqui tem um depoimento de uma das leitoras do livro

Onde Comprar Frases da Conquista:

O Frases da Conquista é vendido SOMENTE no site oficial
Cuidado: tem falsificadores que se aproveitam do sucesso do Frases da Conquista para ganhar dinheiro ilegalmente vendendo o Frases da Conquista, não caia nessa armadilha, sempre compre no site oficial: http://thaisortins.com.br/. Qualquer outro site, inclusive mercado livre e outros vendem produtos falsificados e podem acabar te fazendo mau à saúde.

DESCONTO EXCLUSIVO do Frases da Conquista para leitores do blog:

CLIQUE AQUI PARA GARANTIR O DESCONTO:
Conseguimos um desconto exclusivo por algumas horas para nossos leitores,
ATENÇÃO: Esse desconto encerra em: 05:31 minutos!
Saiba Mais
CLIQUE AQUI PARA GARANTIR O DESCONTO »
Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: