Segredos para não se divorciar e reconquistar seu marido

Segredos para não se divorciar e reconquistar seu marido
Avalie esse artigo

Assim que você sobe ao altar com a pessoa amada, a última coisa que passa por sua cabeça é “divórcio”. Afinal, os votos que acabou de fazer deveriam ser válidos pela vida toda.

Mas sabemos que a convivência e o tempo nos fazem surgir alguns problemas, colocando nosso relacionamento a constantes provas de amor, dificultando a validade das juras de eternidade deste sentimento.

O que você deve saber antes de se divorciar

Eu fiz tudo o que estava ao meu alcance?

Apenas cobrar mudanças da outra parte não resolve o problema. É necessário que você também tenha se esforçado para que a relação pudesse se recuperar. Muitas vezes, o término da relação pode parecer uma alternativa atraente para os problemas enfrentados no dia a dia mas, talvez, não seja a melhor forma de solucionar as coisas.

É possível que a saída mais saudável seja reavaliar o que te incomoda e, ainda que já tenha feito muito pelo casamento, tentar ainda um último esforço para mantê-lo vivo, conversando com seu marido abertamente sobre os temas relevantes que estejam incomodando.

Ver também: Como Reconquistar seu Marido

Como essa decisão afetaria meus filhos?

Quando você pensa em se divorciar, precisa entender que essa decisão é muito séria e poderá afetar outras pessoas, além de você mesma. Se tiver filhos, reflita sobre como eles serão afetados caso você realmente decida se separar. Embora muitos digam que um divórcio pacífico é melhor, para os filhos, que um casamento conturbado, divórcios quase nunca são completamente pacíficos.

Se, por fim, chegar à conclusão de que a separação é mesmo a melhor saída, converse com seus filhos junto com seu marido para garantir que eles entendam os motivos reais que levaram vocês a decidir assim. Quanto mais sincero o diálogo, menores as chances de que eles saiam traumatizados do processo.

O divórcio vai melhorar minha vida?

Avalie seu casamento com sinceridade. Faça uma lista das coisas que te incomodam e, ao lado dela, uma lista com as coisas boas que vocês vivem juntos. Confronte-as e avalie os resultados: os pontos negativos superam os positivos em número ou gravidade? Se não, talvez valha a pena tentar superar os problemas do relacionamento.

Muitas pessoas se separam acreditando que isso as fará mais felizes mas, com o passar do tempo, acabam percebendo que o divórcio não solucionou todos os seus problemas, como imaginavam, apenas criou problemas novos. Para que isso não aconteça, pense muito bem antes de tomar uma atitude definitiva.

Estou pronta para enfrentar as consequências?

Uma separação traz muitas consequências negativas. Ainda que tenha sido você a pedir o divórcio, tenha a certeza de que não será fácil. Você sentirá falta de algumas coisas, sentirá saudades e vontade de voltar atrás, e terá de conviver com as dificuldades decorrentes de viver sozinha, dali por diante.

Além disso, há a questão financeira. Sozinha é mais difícil organizar suas contas e manter o mesmo padrão de vida. Naturalmente que ninguém precisa se manter em um relacionamento ruim apenas por esse motivo mas, se você hesitou diante de algum dos itens citados, talvez seja o caso de proporcionar, a si mesma, a oportunidade de ter mais tempo para pensar se deseja, de fato, se divorciar.

Se a crise bater à sua porta, não se entregue ao caos e tente manter a calma. Abaixo apontamos alguns segredos que vão lhe ajudar a salvar seu casamento.

8 SEGREDOS PARA NÃO SE DIVORCIAR

1. Não deixe as brigas tomarem conta de seu dia a dia.É normal que desentendimentos apareçam, mas tente resolver as questões problemáticas no mesmo tempo em que surgirem. Desta maneira você não acumulará mágoas e sua chateação com as discussões irá embora mais rápido.

2. Renove seu casamento para não ter que buscar um novo casamento. Se falta diálogo entre você e seu parceiro, passe a exercitá-lo. E se o desejo anda em baixa, invente situações que estimulem sua libido.

3. Volte a namorar seu marido. Após o casamento, é natural que muitos dos programas que vocês faziam enquanto não moravam juntos deixem de ser feitos. Ir ao cinema, ao parque e a outros lugares que frequentavam antes de se casarem pode ajudar a fortalecer vínculos e resgatar sentimentos que ficaram escondidos.

4. Já pensou em fazer uma nova lua de mel? Com a chegada dos filhos, muitos casais acabam perdendo boa parte dos momentos de intimidade. Que tal deixar as crianças uma semana na casa dos avós para que você e seu marido façam uma viagem romântica? Não precisa ir para longe ou gastar muito. O importante é que tenham bons momentos para curtirem a sós.

5. Ganhar peso é outro fator que pode desestabilizar qualquer romance. E é mais que normal encontrar casais que engordaram após o casamento. Em vez de apelar para remédios milagrosos, frequente uma academia, faça caminhadas pelo bairro ou encontre alguma atividade física que lhe ajude a emagrecer. Além do fator estético, você sentirá mais disposição, inclusive para namorar.

6. Dê uma renovada em seu look. Experimente mudar o penteado, comprar roupas novas e até mesmo lingeries mais ousadas. Tudo aquilo que você fazia para chamar a atenção de seu parceiro enquanto namoravam pode – e deve – ser feito agora que vivem sob o mesmo teto.

7. Mudar de casa também pode ajudar a dar uma elevada no astral do casal. Depois de anos vivendo no mesmo lugar, enfrentar os mesmos problemas e encarar a mesma vizinhança todos os dias pode colaborar para sua chateação no casamento.

Escolha um novo local para viver com seu marido, experimente um novo bairro e crie uma nova rotina. Se não tiver condições de fazer isso agora, invista em pequenas transformações em sua casa, pintando uma parede com uma cor mais vibrante ou comprando novos itens de decoração. A renovação do ambiente pode colaborar na renovação do amor.

8. Em vez de lutar por uma relação estável, busque uma mudança em conjunto. A estabilidade, por vezes, é entediante e os riscos que corremos podem ajudar a dar mais vida ao relacionamento. Busque mudanças, renovações e novos ideais, mas faça isso sempre de acordo com seu parceiro.

Caso não exista um motivo forte para terminar seu casamento (como uma traição) tente enfrentar os problemas com maturidade e leve em consideração os conselhos que acabamos de apontar.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: