Será que existe amor à primeira vista?

Será que existe amor à primeira vista?
Avalie esse artigo

Em filmes e novelas é comum um casal se apaixonar no primeiro encontro. Um olhar demorado, um sorriso diferente e pronto: os dois acreditam que encontraram sua alma gêmea. Quem não gostaria de viver uma situação assim? Mas na vida real será que isso acontece? Será que o amor surge tão rápido como Hollywood tenta nos fazer acreditar? Hoje eu trouxe algumas informações que podem ajudar a responder a famosa pergunta: Afinal, o amor à primeira vista existe ou é apenas uma ilusão?

O amor à primeira vista existe?

Como o próprio nome sugere, é o amor ao primeiro olhar. Quando um amigo nos apresenta a alguém que nos atrai instantaneamente, ou passamos por alguém no ponto de ônibus e rapidamente sentimos que deveríamos conhecê-lo. Também pode ocorrer em uma troca fugaz de olhares em um bar, em um shopping … Ou seja, sim, a qualquer momento pode acontecer!

Amor à primeira vista x amor platônico

Embora muitas pessoas confundam, amor à primeira vista não é exatamente um amor platônico. Eles podem ter alguns pequenos pontos em comum, mas a ideia romântica de Platão refere-se à uma idéia perfeita de amor não correspondido, o que ultrapassa os limites do carnal.

A ideia de amor platônico pode ter uma conexão com o amor à primeira vista no fato de que parece muito difícil que duas pessoas que acabaram de se conhecer consumam sua paixão. No entanto, a ideia de Platão se refere a um amor absolutamente puro e desinteressado, que não se baseia na mera atração de um indivíduo por outro, mas se concentra na bondade e algo mais espiritual. Já o que sentimos no amor à primeira vista é mais ligado ao desejo sexual.

Os sinais físicos do amor à primeira vista

É do conhecimento comum que, quando sentimos um amor à primeira vista, o nosso corpo libera uma série de hormônios que nos torna mais sensíveis e nos deixa em estado de emoções exaltadas. Veja alguns sinais que são disparados nessas situações.

Suor corporal

Especialmente se estiver perto da pessoa desejada, você sente que a temperatura do seu corpo aumenta, as mãos suam, você se ruboriza e consequentemente, o seu interior vira uma fornalha. Isso pode levar a você a se sentir um pouco mais insegura do que o habitual, ou talvez um pouco sobrecarregada pela situação.

Nervosismo

Você pode ficar um pouco bloqueada para conversar, as palavras não saem como deveriam e toda a fluidez que você tem em uma conversa normal simplesmente desaparece. Você tem dificuldade em formar frases e pode até dizer algo sem muito sentido. Isso acontece porque você está tentando impressionar a pessoa que você gosta e ao pensar demais nas palavras, o resultado é o oposto do desejado.

Aumento da pressão arterial

Outra característica da paixão ou amor à primeira vista é que a pressão arterial dispara. É como se você tomasse  uma injeção de adrenalina por ter conhecido essa pessoa.

Pensamentos fixos

Quando chega em casa você pensa constantemente: como aquele homem que eu vi se chama? Por que eu não tive a coragem de ir falar com ele? Será que eu vou cruzar com ele de novo?  Depois de vários dias pensando sobre essa pessoa, você começa a se sentir idiota porque o amor à primeira não foi nada mais do que uma atração física com um desconhecido.

Talvez você perceba que não valia a pena ficar obcecada com isso. No entanto, se você vê-lo novamente, provavelmente todos os sentimentos irão voltar.

A pergunta se o amor à primeira vista existe é um assunto científico

Quando sentimos a flechada do cupido, as pupilas dilatam, o coração começa a bater mais forte e entram em jogo reações bioquímicas no cérebro. Elas nos proporcionam uma sensação de bem estar e felicidade. Isso é um fato, mas não podemos determinar se o sentimento da primeira impressão vai durar além. De acordo com especialistas, a paixão em um relacionamento é perdida entre 18 e 30 meses. Depois disso, se há amor e afinidade, a relação se torna mais forte e será duradoura.

De acordo com um estudo da Universidade de Siracusa (EUA), as sensações do amor podem ocorrer 0.2 segundos depois de estabelecer contato visual pela primeira vez com alguém. O estudo explica que o sentimento é criado por 12 áreas do cérebro que trabalham em conjunto para liberar substâncias que induzem a euforia, como dopamina, oxitocina, adrenalina e vasopresina, e o efeito é tão rápido que você pode achar que se trata de amor.

Outro estudo realizado pela doutora Helen Fisher, da Universidade Rutgers, diz que se apaixonar rapidamente poderia ser um atalho para o acasalamento com o objetivo de assegurar a propagação da espécie. Seria uma resposta básica dos mamíferos, que foi desenvolvida para acelerar o processo que assegura que os nossos genes vão ser herdados.

Amor a primeira vista existe e pode virar amor verdadeiro?

E quem disse que o amor à primeira vista não pode evoluir para algo mais duradouro? Aqui te damos algumas dicas para você colocar o pé no chão e ver se esse amor tem futuro.

Aprenda a ser paciente. Não queira ser levada pela paixão e ir viver e ter filhos com ele um mês depois de conhecê-lo. Seja o mais racional possível e dê um tempo para conhecê-lo melhor.

Reconheça seus defeitos

Enquanto você está imersa na paixão é difícil reconhecer as falhas do outro. O pensamento crítico e julgamento são alterados e você só vê um homem bonito, atencioso e maravilhoso ao seu lado. Cuidado! Se o seu senso crítico evaporar, pode condenar o romance a desaparecer tão rapidamente como surgiu.

Carpe Diem

Quer dizer “aproveite o momento”. Você está vivendo algo bonito, então aprecie e evite pensar em coisas como “será que vamos ficar juntos?”, “será que ele é o homem da minha vida?”. Viva o agora, confie nele e desfrute o tempo juntos.

Não force situações

As coisas seguem o seu curso e no final quem vence é a naturalidade e a comunicação. Se você pressionar para que essa relação continue, ela pode não dar certo. Nem você mesma sabe se essa pessoa é ideal para você, por isso dê-se tempo para apreciá-la lentamente e descobrir se o cupido lançou com sucesso suas flechas de amor.

Cuidado com as miragens!

Às vezes o príncipe encantado vira sapo e devemos estar alerta para desmascará-los antes que esse amor crie raízes.

Dê uma chance ao destino

Não  importa se é uma paixão, uma reação química, ou qualquer outra coisa, o importante é estar aberta para amar! Dê uma chance ao destino, quem sabe o que irá acontecer para você no futuro? E se não der certo, bola para frente! Outras pessoas muito melhores passarão pela sua vida!

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: