Sinais de que vale a pena dar uma chance para ele

Sinais de que vale a pena dar uma chance para ele
Avalie esse artigo

Você conviveu com uma pessoa linda por dentro e por fora e viveu um romance lindo ao lado de uma pessoa exclusiva até que um determinado dia ele vacilou com você.

Uma traição, quebra de confiança, um posicionamento totalmente imaturo diante de alguma circunstância específica, ciúmes infantis e brigas vazias.

Essas são algumas situações que podem levar um relacionamento ao fim e acarretar muito sofrimento. No entanto, algo completamente inesperado ocorre: ele reaparece, se diz arrependido e pede para voltar.

Esse tipo de circunstância é muito mais comum do que possa parecer. Entre dúvidas e receios, a melhor coisa a se fazer nesse momento é pedir um tempo para refletir e organizar a mente para tomar a melhor decisão possível.

E agora? O que devo fazer com o medo de sofrer outra vez? Se você está passando por uma situação parecida, confira alguns pretextos para dar uma segunda chance ao seu ex.

5 MOTIVOS PARA DAR UMA SEGUNDA CHANCE

  1. ERRAR UMA única VEZ É HUMANO

Mais uma vez podemos referir a sabedoria popular. Com certeza você já escutou essa frase milhares de vezes e ela faz bastante sentido. Para muitas pessoas uma traição, por exemplo, é uma ação sem volta, irredimível. Mas e se foi somente uma vez?

Ver Também: O motivo dos homens fugirem de relacionamentos sérios

Uma escorregada, uma atitude impensada, algo do qual ele se arrepende verdadeiramente? Vale a pena reconsiderar e dar uma nova chance. Isso vale para qualquer coisa, qualquer atitude que tenha te magoado no passado.

Agora se as pisadas de bola eram constantes e se você vivia perdoando esse tipo de coisa constantemente, é melhor ficar com um pé atrás.

  1. COMO esta SENDO SUA VIDA SEM ELE?

Na maioria das vezes a gente se percebe muito perdida logo que um relacionamento finaliza. É normal sentir muitas saudades e aquela percepção de que a vida não faz sentido sem o ex. É importante sustentar firme e esperar essa etapa passar para conseguir utilizar a razão nesse momento. Considere a sua vida com ele, era alguém que somava na sua vida, que te fazia crescer como pessoa? Ou ele fazia com que você se sentisse diminuída, inferior?

Depois que a fase crítica da separação ocorreu, como você se viu no seu dia a dia? Mais leve e feliz, mais confiante em si mesma ou a imagem e a falta do seu ex era uma constante? Se a sua vida sem ele é pior, esse é mais um dos motivos para avaliar uma possível segunda chance.

  1. PENSE SOBRE OS MOTIVOS PARA RETORNAR

Solicitar opinião aos amigos e familiares nesse momento é muito importante, mas é mais importante que essa decisão seja determinada somente por você e pelos seus sentimentos. Não ceda à pressão de ninguém para retomar um relacionamento.

Saiba ouvir o que os outros têm a dizer e também filtrar essas conversas para retirar informações que auxiliem na decisão final.

  1. saiba diferenciar o AMOR DE CARÊNCIA

Pode parecer um pouco obscuro fazer essa distinção, mas é de grande importância que você aprecie a si mesma e consiga definir essas duas coisas. Você deseja dar uma segunda chance para seu companheiro apenas porque tem medo de ficar sozinha?

Se a resposta for sim, então você está no caminho errado, isso é carência. Agora se você observa que necessita dar essa nova chance porque não consegue se ver longe dessa pessoa, ela te completa e te faz feliz, então esse é mais um dos motivos para seguir em frente.

  1. RESPONDA A UMAS PERGUNTAS-CHAVE

Organizamos um pequeno roteiro com perguntas chave que podem te auxiliar a decidir se investe numa retomada dessa relação. Ele era uma pessoa com a qual você podia contar? Ele fazia diferença na sua vida? Sua família adorava dele?

O motivo do fim é perdoável? Quantas vezes ele já cometeu o mesmo erro? Você acha que ele vai fazer por merecer? Ele se mostra arrependido? Avalie suas respostas a essas perguntas, no final a verdade vai aparecer.

Por fim, vale dizer que uma segunda chance só vale a pena se for para melhorar. E para ser melhor é preciso fazer melhor, ser diferente. Pense nisso antes de tomar a sua decisão.

Como cientificar se vale a pena dar uma segunda chance ao namorado

Em qualquer relacionamento amoroso é essencial que os parceiros acreditem um no outro. Quando essa confiança é quebrada muitas vezes fica complicado dar uma segunda chance.

Para superar essa situação é necessário muito trabalho e compromisso de ambas as partes. É imprescindível avaliar alguns pontos e avaliar se vocês estão preparados para seguir em frente.

Você consegue acreditar nele novamente?

A primeira coisa a definir é se você pode reconstruir seu relacionamento e aprender a confiar nele novamente. E isso é incrivelmente difícil! Em geral para as mulheres já é complexo confiar em homens naturalmente, sendo mais ainda quando ele a traiu ou mentiu.

Então a solução é respirar fundo e refletir se isso é possível. Se a resposta é positiva, então talvez a melhor alternativa é dar uma segunda chance.

Há ainda algumas coisas a serem analisadas antes de recebê-lo novamente de braços abertos. A duração do relacionamento é uma delas, já que se tem uma longa história complexa talvez seja mais fácil trabalhar para retomá-la. Por outro lado, se o relacionamento era curto e você entendeu que não vale a pena, quem sabe esteja na hora de seguir adiante.

Têm infinitos motivos que podem levar ao rompimento – e cada uma delas com suas consequências. Por exemplo, uma briga intensa é capaz de ser algo de momento, enquanto um “esquecimento” seja um mero hábito que você não admira. Foque na exata razão do término para exclusivamente então determinar se dar uma outra chance é escolha.

Para as mulheres a confiança é um grande negócio – e a  traição talvez seja uma das piores coisas que podem incidir. Se esse for o caso, antes de voltar pense se você será capaz de conviver sem ter acesso ilimitado a e-mails e histórico de navegador da internet, por exemplo. Lembre-se que muitas vezes é cansativo para as duas constantes perguntas sobre o que ele está fazendo ou onde ele está.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: