TÉCNICA PARA DIMINUIR A OLEOSIDADE DA PELE

TÉCNICA PARA DIMINUIR A OLEOSIDADE DA PELE
Avalie esse artigo

Ao contrário do que muita gente imagina, a oleosidade é importante para a nossa pele. A camada composta por moléculas de água e lipídeos, produzidos através da secreção de glândulas sebáceas, serve como uma parede protetora para o nosso rosto e um lubrificante natural.

O problema acontece quando essas glândulas começam a ser produzida sem excesso causando a oleosidade na pele, o que provoca os brilhos indesejados em todo o rosto e atinge também o cabelo. Oleosidade na zona T do rosto (testa, nariz e queixo) são características de pele mista e até normal. Pele oleosa atinge todo o rosto uniformemente.

A pele oleosa é mais espessa, com poros dilatados e uma maior propensão a cravos e espinhas. Geralmente o excesso de oleosidade é causado por fatores genéticos, hormonais e algumas vezes devido à má alimentação.

Ver também: 6 USOS SECRETOS DO ILUMINADOR

É importante ficar atento, pois apesar de muita gente não saber, lavar muito o rosto é prejudicial a pele. Algumas pessoas tem a impressão que retirar com água e sabonete o excesso de brilho toda vez que ele se torna aparente vai ajudar no controle da oleosidade. Mas o que muita gente não sabe é que o próprio sebo ajuda a controlar a produção do sebo.

Então sempre que lavamos nosso rosto, a pele vai sentir que precisa produzir mais sebo para repor o que acabou de ser retirado, fazendo com que a pele fique ainda mais oleosa.

Outro equívoco muito comum na hora do cuidado com a pele oleosa é a hidratação do rosto.

Peles oleosas precisam ser hidratadas tanto quanto peles normais, claro que com produtos específicos. Uma higienização correta com sabonete específico e o uso de um tônico pede complemento imediato de uma hidratante. E por quê?

Quando lavamos a pele, já retiramos a oleosidade e consequentemente a camada protetora, o uso do tônico em seguida, potencializar ainda mais, pois o produto consegue retirar mais profundamente as impurezas e o sebo além de fechar os poros.

A hidratação precisa repor o que foi retirado, caso contrário a pele irá produzir ainda mais sebo para que ocorra o controle natural do rosto. Escolha um hidratante que seja específico para esse tipo de pele. Produtos para peles oleosas geralmente vem na formulação livre de óleo.

Portanto a primeira técnica e dica para controlar a oleosidade da pele é fazer uma limpeza correta e usar produtos adequados para o seu tipo de pele. Água quente também piora o quadro de oleosidade então não lave o rosto em água quente ou morta, pois isso aumenta a produção de sebo e dilata os poros do rosto.

Essa etapa de higienização, uso do tônico adstringente e hidratante deve ser feito todos os dias e antes de qualquer maquiagem. São esses cuidados que irão preparar a pele para receber de uma forma saudável os produtos que irão ser usados na maquiagem.

É muito importante não pular nenhuma etapa da pré preparação da pele, para não aumentar ainda mais o excesso de produção das glândulas sebáceas. Além do uso adequado de produtos específicos e de preferência que sejam receitados por um dermatologista, é possível fazer o controle da oleosidade com algumas técnicas caseiras.

Vale lembrar que é preciso ficar atento às técnicas e dicas caseiras sobre tratamento de pele que encontramos na internet.

Dependendo do que você aplica no rosto o resultado pode ser ainda mais problemático e no lugar de ajudar no cuidado com a pele o uso de produto inadequado pode piorar a oleosidade ou aumentar cravos e espinhas.

Mesmo os produtos usados diariamente na rotina como amido de milho, bicarbonato e etc, pode fazer mal à pele do rosto, que vale lembrar, é uma parte muito sensível do corpo. Então tome cuidado com as dicas que aparecem na internet.

Uma vez por semana faça uma esfoliação.

Comece aplicando óleo de coco em todo o rosto ou óleo essencial de alecrim para pele oleosa e óleo de rosa mosqueta para as peles secas. Passe no rosto. Com uma toalha embebecida na água quente, torça um pouco e coloco sobre o rosto por 3 minutos.

Molhe novamente na água quente e coloque por mais três. Feito isso, a pele estará bem macia e os poros dilatados por conta do vapor que a toalha quente exerceu no rosto. O óleo vai estar bem penetrado na pele e vai ter feito com que as impurezas e comedões (cravos pretinhos) estejam bem macios, o que irá facilitar a retirada deles no rosto.

Para fazer essa retirada, usamos a técnica da esfoliação que pode ser feita com uma mistura de sabonete facial para seu tipo de pele e argila ou açúcar. Esfregue com o auxilio de uma bucha vegetal ou luva de banho em movimentos circulares. A pele pode ficar um pouco avermelhada após essa etapa, mas é normal. Ela não está machucada, só avermelhou devido a esfoliação feita para eliminar as impurezas.

Após a esfoliação, enxague bem o rosto e use um tônico adstringente em todo o rosto. O tônico vai servir para retirar ainda mais as impurezas, o excesso de sebo e também para fechar os poros dilatados.

Depois do tônico utilize um creme hidratante também específico para a sua pele, para que os nutrientes e água sejam repostos no rosto. Esse processo de limpeza e esfoliação deve ser feito somente 1 vez por semana para não correr o risco da pele ficar machucada.

Antes da maquiagem, não abra mão do primer. Além de o produto fechar os poros, ele prepara a pele para a maquiagem. Não deixando com que ela sofra ou produza mais óleo. O primer também controla e segura a oleosidade garantindo uma maquiagem intacta no rosto e com grande durabilidade.

Outro passo importantíssimo no controle da oleosidade é retirar toda a maquiagem quando chegar em casa. De maneira nenhum durma com os produtos do rosto. Essas impurezas irão fazer com que a produção de sebo seja ainda maior deixando a pele do rosto com excesso de gordura, oleosidade além de aumentar as chances de aparecer cravos e espinhas.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: