Tenho ciumes e não quero perde-lo, oque fazer?

Tenho ciumes e não quero perde-lo, oque fazer?
Avalie esse artigo

O ciúme é como o sal, na quantidade certa ele deixa a relação mais saborosa, faz com que nos sintamos amadas e desejadas. Mas em excesso torna um relacionamento impossível de seguir em frente.

O problema é que há pessoas que têm dificuldades em controlar ele sofrem com ele e fazem os seus companheiros penarem também.

Se você é do tipo de pessoa que deixa o ciúme te controlar e não confia em nada que o seu parceiro faz, tem a necessidade de bisbiçhotar celular, ver com quem ele conversa nas redes sociais e sente inseguro o tempo todo. Este artigo com certeza pode te ajudar

Se limite aos fatos

O ciúme faz com que a gente veja as coisas através de uma lente de aumento. Um ciumento tende a exagerar ou interpretar de forma pessimista as atitudes da pessoa amada. Dessa forma, uma ação comportada é confundida com liberdade para outra pessoa, e o simples ato de dizer bom dia vira um flerte na imaginação da pessoa.

Sendo assim antes de adentrar em uma crise, avalie bem a situação e veja se não é tudo fruto da sua mente. Se for possível peça a opinião de uma pessoa da sua estima, pergunte se o que aconteceu é motivo de desconfiança.

Ver também: Como ter sucesso no seu relacionamento com uma gravidez

Dê uma aumentada na sua autoconfiança

Alguém que não crê em si próprio pode acreditar que os outros também não acreditam.  Logo a ciumento é levado a pensar que o companheiro pode lhe trocar por alguém que seja melhor. O ideal é compreender a causa da insegurança e tentar superar isso.

Descubra qual o medo que você tem

Outro sentimento intimamente ligado ao ciúme é o medo. No âmago da coisa o ciúme é provocado por ele seja medo de ser abandonada, medo de não ser mais amada  ou medo de virar motivo de zoação

Pode ser que o seu medo não seja nenhum desses, porém é sempre certo que o ciúme nos empurra para o destino que temos medo. Isso mesmo! Como se pode amar quem nos prende com desconfianças? E por que ficar do lado de uma pessoa que te tira à liberdade?  Entenda qual é o seu medo e tente trabalha-lo.

Passe a confiar mais no seu parceiro

Eu sei que você não confia em si mesma, mas o que te faz não confiar na outra pessoa? Por que ele o trairia quando já te disse que jamais faria isso? Pense um pouco, pois seu companheiro já te deu um razão real para desconfiar? Se a resposta é negativa, então repense suas atitudes.

Se a resposta é sim preciso dizer que é importante que você entenda que se decidiu que vocês devem permanecer juntos, a melhor coisa a fazer é dar um voto de confiança ao seu amor, afinal é isso que quer dizer amar: confiar e respeitar.

Nada de ser possessiva

O conceito de propriedade é algo que está muito enraizado na nossa cultura capitalista, e é esse mesmo conceito está presente nas relações amorosas. Então pensamos mais ou menos da seguinte forma: tenho isso, aquilo e um esposo ou namorado.

O erro começa ao se pensar dessa forma. Gente não se possui, gente se conquista! E se conquista todo dia. Todos os dias, nós devemos estar dispostos a conquistar o seu namorado/marido, para que ele queira continuar contigo. Lembre-se disso.

Entenda qual é o motivo do ciúme

Quando e como suas crises de ciúmes surgem? Que tipos de pensamentos surgem quando você está doida de ciúme? Existe algo específico que dá espaço para a a crise? Certo tipo de mulheres ou algo específico que seu companheiro ou namorado faz ou fala. Procure ficar atenta a esses detalhes, porque eles são muito claros e te ajudarão  muito.

Invista na sua autoestima

A baixa autoestima está sempre conectada quase sempre ao ciúme. O ciumento  pode se julgar alguém tão sem qualidades que pode trocado facilmente. Pior, alguém assim pensa que não vai achar outra pessoa. Isso geralmente está junto a uma autocrítica exarcebada e um pouco conhecimento de si própria.

Se você passar a se conhecer mais e melhor, conhecer o seu corpo, o seu jeito de ser e fazer as coisas, com certeza irá se apaixonar por você.

Arrume formas de controlar a raiva

A pior coisa no ciúme é que ele faz surgir a raiva ou a ira, existem muitas pessoas que sofrem com esse mal, mas sofrem calados, porém outros são tomados por excessos de raiva e se tornam agressivos e corrosivos. Se você pertence a este ultimo tipo procure formas de se desvencilhar desse mal.

Busque entender o outro lado

Não é algo incomum que uma pessoa ciumenta também ser reservada. Quando uma pessoa que não é segura e introvertida se relaciona com alguém extrovertido, que fala com todos e é espontâneo, o ciúme é quase regra.

Porém você deve compreender que conversar e brincar com outra pessoa não quer dizer estar paquerando, significa apenas ser simpático. Gente espontânea tem a necessidade de falar com outras pessoas, você pode não ter essa necessidade, mas respeite as necessidades do seu namorado/marido.

Você precisa de outras amizades amiga

Muitas vezes a ciumentatambém é solitária. Isso acirra o ciúme, pois o parceiro não é só um bem querer, mas também o único amigo. Assim se ele for embora a mulher ciumenta ficará sozinha.

Os amigos também ajudam a relaxar a mente, podem dar conselhos, alegrar após as brigas e por ai vai. Se você é uma pessoa tímida, comece a ser sociável e faça mais amizades.

Tenha mais confiança em você

A palavra insegurança é muitas vezes associada como sinônimo de ciúme, isso por tal pessoa costuma não acreditar nas suas próprias qualidades. A mulher ciumenta e rinchosa tem o costume de também exagerar as qualidades do seu par.

Mas pense comigo: se você não fosse atraente por que essa pessoa estaria com você? Por isso reafirme as qualidades que você com toda certeza possui.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: