Tipos de olheiras, descubra o seu e saiba como acabar com elas

Tipos de olheiras, descubra o seu e saiba como acabar com elas
Avalie esse artigo

 

 

As olheiras geralmente são resultado da concentração excessiva de vasos sanguíneos ou de melanina na região dos olhos. Elas podem ser agravadas com a ingestão excessiva de álcool, noites mal dormidas, exposição ao sol, abuso de cigarro, alergias e má alimentação.

Ao contrário do que muita gente pensa, há solução para as olheiras – com um diagnóstico preciso das causas e tratamentos complementares, a maioria das mulheres consegue se livrar das manchas. O primeiro passo para começar o tratamento e acabar com elas é descobrir seu tipo de olheira.

De acordo com os dermatologistas, o aparecimento das olheiras está, em primeiro lugar, relacionado à genética, isso porque algumas etnias têm grande número de vasos sanguíneos sob a pálpebra inferior.

Como a pele da pálpebra é muito fininha, é possível se enxergar esses vasos por transparência. É o caso de árabes, judeus, turcos e hindus.

Porém, a situação pode piorar por causa de estresse, má alimentação, cigarro, álcool, excesso de café, insônia, sol e ainda mudanças hormonais que ocorrem na TPM e provocam dilatação dos vasos.

Pessoas alérgicas também apresentam olheira, pois o ato de esfregar e coçar os olhos irrita a pele e pode estourar pequenas veias capilares sob os olhos.

Ver também: Tipos de olheiras, descubra o seu e saiba como acabar com elas 

Vascular

Ocorre devido a um aumento de vasos sanguíneos na região próxima aos olhos, mais especificamente de veias, que geram uma cor azulada ou arroxeada nessa região.

Pigmentar

De cor acastanhada, pode ser formada pelo acúmulo de hemossiderina, proveniente do ferro do sangue, e da melanina, sintetizada pelos melanócitos responsáveis por dar cor à pele.

Nenhuma mulher está livre das olheiras. As branquinhas têm porque a pele é mais fina e deixa os vasinhos aparentes. Já as de pele morena têm pelo acúmulo de melanina. Quando tomam sol, as olheiras ficam mais visíveis.

Falsa

Olheira acentuada pelo formato dos olhos. A pessoa possui aquele olho fundo, que faz sombra na pálpebra inferior. É o que chamamos de falsa olheira.

Para este caso um tratamento que dá bons resultados é o preenchimento à base de ácido hialurônico, que dá contorno e tira o degrau que se forma na pálpebra inferior.

Os procedimentos atuais são bastante seguros, mas, como são feitos na região dos olhos, a atenção na hora de escolher o local para realizar o tratamento deve ser redobrada.

Além disso, para obter resultados duradouros, é imprescindível seguir as recomendações do especialista, fazer a manutenção dos tratamentos e evitar maus hábitos de saúde que agravam o problema, dizem os especialistas.

Para se livrar da rotina diária de corretivos cosméticos, o ideal é associar os métodos disponíveis no mercado. Antes de se submeter a qualquer tratamento, é importante fazer um diagnóstico da pele com um especialista para entender quais as técnicas que melhor se aplicam a cada caso.

Confira os tratamentos mais eficazes no combate das manchas

  • Luz Pulsada – O método não invasivo e indolor de emissão de luz e calor ativa a circulação sanguínea, estimulando a remodelação do colágeno. O método também é utilizado para tratar rugas finas, vasos faciais e manchas.
  • Laser de CO2 Fracionado – As ondas do laser aquecem rapidamente as camadas mais profundas da pele, causando microperfurações que estimulam a reestruturação da camada mais superficial da pele. O CO2 Fracionado, além das olheiras, combate a flacidez, a acne e as estrias.
  • Peeling – Após a aplicação de um ácido, a pele mais superficial descama, promovendo a formação de uma nova camada. Este procedimento melhora a hidratação e o aspecto geral da pele, diminuindo também manchas e rugas finas.
  • Preenchimento – O ácido hialurônico é aplicado para preencher as olheiras, afastando a pele dos vasos sanguíneos e diminuindo o aspecto escuro. Ele ajuda também na hidratação da pele e é comumente usado para corrigir sulcos, rugas e cicatrizes.

Veja agora como tratar especificamente as olheiras arroxeadas e as olheiras marrons:

Olheiras arroxeadas

As vascularizadas recebem esse nome porque são causadas pelo acúmulo de vasinhos na região da pele delicada e fina abaixo dos olhos – ou pela sua má circulação. São aquelas que surgem quando dormimos pouco ou estamos muito cansadas. Cigarro, excesso de sal na alimentação e rinite alérgica, por exemplo, pioram o quadro.

Como tratar

Os principais ativos para esse tipo de olheira são justamente os que melhoram a circulação local. Recomenda-se cafeína, vitaminas C e K e levedura de soja. Além disso, existe o truque de colocar um algodão com chá de camomila gelado sobre as pálpebras realmente funciona.

A camomila é anti-inflamatória e surte resultados nesse tipo de olheira, que é amenizada por algumas horas. Além disso, a baixa temperatura diminui o aporte sanguíneo para a região ao redor dos olhos, melhorando, também de forma temporária, o aspecto dos vasinhos sob a pele.

É uma boa receita para colocar em prática antes de uma festa. No entanto, para um tratamento efetivo e com melhor resultado, invista nos cremes, que devem ser usados com disciplina, aliados a tratamentos, como a luz intensa pulsada.

Olheiras marrons

Uma das causas desse tipo de olheira é o acúmulo de melanina na região, o pigmento responsável por dar cor à pele. Está bastante relacionada ao tom de pele e à etnia, como árabe, turca e hindu.

Como tratar

Entre os ativos mais indicados para amenizar a coloração acastanhada, estão o arbutim e o ácido kójico. Eles inibem a ação da tirosinase, uma enzima que produz a melanina. Em alguns casos, a cor castanha se deve ao excesso de outro tipo de pigmento, a hemossiderina. Isso é comum acontecer em olheiras de origem vascular, pois há um escape de células sanguíneas para fora dos vasos.

Cremes

É preciso persistência, mas, se usados de maneira consistente, eles ajudam a clarear a região dos olhos e deixam a pele mais firme e luminosa.

Descubra qual o seu tipo de olheira para acabar com ela.

  1. Uniformizador anti-olheiras Pigmentclar, La Roche-Posay. Custa cerca de R$ 130,00. Para os dois tipos de olheira, reúne ingredientes de ação vasoconstritora e clareadora, como a cafeína e o ácido ferúlico.
  2. Gel creme para olhos C-Supérieur, Roc, R$ 115. Contém ativos que ajudam a clarear e iluminar a pele, como a vitamina C. Também ameniza sinais de cansaço e de envelhecimento.
  3. Corretor de olheiras Even Better Eyes, Clinique, R$ 199. A fórmula tem ativos clareadores, como a vitamina C e a raiz da amoreira. O aplicador de metal massageia a pele para melhorar a circulação.

Óculos escuros, corretivo, chá de camomila… Tudo é válido para tirar do rosto aquele aspecto de cansaço causado pelas olheiras. Elas são definidas como manchas arroxeadas ou acastanhadas ao redor dos olhos e comprometem – e muito! – o visual, pois envelhecem!

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: