Todo mundo erra não se penalize!

Todo mundo erra não se penalize!
Avalie esse artigo

Quem é que nunca fez uma besteira na vida da qual se arrepende até hoje? São muitas coisas que fazemos diariamente que futuramente vão nos incomodar. Porém tem coisas que fazemos que realmente acabam com nossa moral e estima própria.

Muitas vezes chegamos a ficar até mesmo depressivos porque tudo vem novamente em nossa mente incomodar. Talvez algumas coisas nem estão ao nosso alcance, porém já ficamos tristes como se pudéssemos ter feito algo.

Aqui vamos falar da história de Mariana (nome fictício para preservar), Mariana brasileira, casada a 20 anos com 4 filhos, um marido evangélico e ela também evangélica, se apaixonou por outro homem.

Ver também: Porque você não deve fazer sexo no primeiro encontro

Você pode imaginar como a mente dela deve ter ficado? Provavelmente muito abalada, porém a tentação foi mais forte, afinal seu marido nunca lhe dava carinho, seus filhos já eram grandes, a menor na pré-adolescência já.

Então a tentação com certeza falou mais alto, e então resolveram transar, ou seja, trair, ele amigo do seu marido. Seu marido pela quantidade de anos em que convivia com ela, nunca desconfiou de qualquer infidelidade. Ela traia toda hora, todo momento, as pessoas começaram a desconfiar, tudo começou a fazer sentido, até que um dia seu marido também descobriu e aí começou o caos.

A partir daí tudo mudou, os filhos que nunca imaginaram isso vindo de sua mãe começaram a declinar, alguns entraram em depressão, outros ficaram rebeldes e tudo começou a mudar. Mariana não sabia, mas a partir daquele momento sua vida nunca mais seria a mesma.

Seu casamento acabou, seus filhos dois ficaram do seu lado e dois ficaram do lado do pai, houve brigas constantes durante dois anos. Uma das filhas foi internada por depressão profunda, outra tentou o suicídio.

Tudo estava desmoronando e ela se sentia cada dia mais culpada, afinal o primeiro passo veio da parte dela. Tudo começou a desmoronar quando ela resolveu que o melhor era trair, era sair com outro mesmo estando casada.

Hoje ela está separada do seu amante e separada do seu marido, os filhos nunca mais confiaram novamente, porém ela está se recuperando e sua vida voltando aos poucos para o lugar. Então hoje vamos falar de erros, e sobre as consequências dos nossos erros, porque sim a consequência vem e simplesmente vem a galope.

Temos que entender que temos o direito de errar, afinal somos normais, somos seres humanos e é da nossa natureza errarmos. Porém temos que tentar entender que alguns erros podem ter pesos maiores que outros e consequências bem piores que outros.

Como não se penalizar

Tenha em mente que você errou, ok, tenha em mente se isso mudou sua forma de ver as coisas ou se isso não interferiu em nada na sua vida. Geralmente erramos e quando as consequências demoram para chegar temos a tendência de errarmos novamente.

Uma coisa é certa todos erramos e a todo momento, porém no momento que chegar as consequências não adianta se desesperar, temos que levantar a cabeça e aceitar humildemente que as coisas estão assim por nossa culpa.

Antes de errar, veja se não vai atingir outra pessoa

Veja se não irá ferir outra pessoa. Pode ser que se se você ferir a pessoa errada, talvez nunca mais a pessoa queira ter algo a ver com você. Não adianta se penalizar, errou aceita e vai em frente, nada de ficar se fazendo de vítima ou ficar se recriminando afinal isso não vai mudar sua situação.

Aprenda com seu erro e tente fazer um caminho diferente futuramente, tente não cair no mesmo problema novamente

Aceite que você errou, e veja se internamente você não tem mais intenção de errar de novo. Porém se você gostou e não faz ideia de onde vai parar, a dica é a seguinte pare! Cedo ou tarde as coisas vão retornar para você e pode não ser do jeito que você aguentaria.

É errando que muitas vezes aprendemos lições valiosas, lições que vão ficar guardadas em nossa memória, não fique na defensiva, o ideal é admitir seu erro abertamente e tentar não errar novamente. Lembre-se erra uma vez é humano, porém persistir no erro é burrice, então trilhe o caminho do aprendizado e saia dessa enrascada.

Aprenda com seus erros e não erre mais

Erre, mas aprenda com seu erro. Não erre novamente, mantenha o foco, deixe as coisas fluírem, porém não insista na burrice, pessoas tendem a persistir no erro quando não reconhecem que estão errando.

Seja mente aberta, pessoas que mais reconhecem e mudam de vida são as que erram e acertam, abra sua mente e seja feliz. Cultive o autoperdão, saiba que assim como todo mundo você é sim passível de erro. Se você não se perdoar provavelmente ficará preso ao seu passado e não vai conseguir seguir em frente com a sua vida.

Peça perdão caso tenha errado com outra pessoa e tente não errar novamente, pois a confiança em você vai embora e talvez você nunca mais a recupere. Nunca esqueça de que errar é muito normal o ruim é persistir no erro, o ruim é não aceitar ao ouvir que errou.

Pessoa que é burra é a pessoa que todo mundo diz que ela errou e ela continua alegando que não errou. Caso as consequências vierem assuma-as e não chore, lembre-se que tudo isso está acontecendo por culpa única e exclusivamente sua. Então nada de chororô, o que tem que fazer é mudar.

Mude não pelos outros, mude por si, mude pelo seu bem-estar, não se puna, não adianta ficar pensando no que poderia ou não ter feito ao invés de errar, isso além de não resolver faz com que você se sinta pior ainda.

E isso não é bom para ninguém. Siga em frente, errando e aprendendo, tomando cuidado nas suas escolhas e tendo certeza que tudo que você faz trará retorno para você. Quer sejam coisas boas, quer sejam coisas más. Só resta a você correr atrás do certo e fazer o certo. Não esqueça errar é humano persistir no erro é burrice.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: