TRANSAR NO PRIMEIRO ENCONTRO OU NÃO?

TRANSAR NO PRIMEIRO ENCONTRO OU NÃO?
Avalie esse artigo

Uma dúvida que atormenta muitas mulheres  quando estão interessadas em alguém que elas não querem assustar no primeiro encontro. É ultrapassar os limiteis morais ou não?

Geralmente as dúvidas que mais assombram

melhor não, pois ele vai me achar uma qualquer e não valorizar o que presente que lhe está sendo dado, melhor não porque ele já conseguiu o que estava querendo e vai sumir;,melhor não porque ele vai me achar uma mulher atirada, uma mulher como outra que não se valoriza.

E tem as que:

Sim, a gente faz mesmo é pronto.Sim, faço o que bem entender pago as minhas contas, se ele não gostar que procure outra. São questionamentos que são concentrados no que a mulher está procurando, não saber se quer ou não estabelecer uma relação.

Veja também:  Melhorar o relacionamento: todos os fatos que você precisa saber

 Não percebe os pré-conceitos por trás destas dúvidas.

Nem todo homem quer vê-la como  objeto, porém ela tem este o olhar de si mesma, mas não é atoa, afinal, se tem uma gênero que foi amplamente explorado como objeto de venda, foi  o feminino.

No passado sua tataravó provavelmente se preocupava mais do que isso que você, ou menos, casar casta era praticamente uma imposição da família, casar de branco, virgem com direito a uma latinha de molho pomarola manchada de sangue no lençol da noite de núpcias.

Era uma questão moral, obviamente. O que acontecia se isso não ocorresse? A imagem da família era manchada, ela era maltratada pelo público e coisas assim, claro que isso não ocorria com todas as famílias e provavelmente suas tataravós deram aquelas espadelas clássicas antes do casamento.

Mas por que ainda nos perguntamos se devemos fazer sexo no primeiro encontro?

Sexo em tese é menos importante no primeiro encontro, se o companheiro for interessante é apenas uma reação de ação. Consequentemente vocês podem vir a fazer sexo, mas não é o que você lembrará no outro dia…Não será necessariamente do momento que teve um orgasmo, mas provavelmente dos outros momentos que fez com que você se deitasse com ele.

Mas para chegar ao sexo, tem chão.

Primeiro há a necessidade de sentir desejo, já pensou que talvez você esteja planejando algo para o qual você nem sabe se terá tesão, vai que o cara deste primeiro encontro te deixe desanimada, com vontade de ir embora o mais rápido possível.

Ou que na hora h ele esteja usando algo que você detesta ou tenha hábitos que você repudia.

Apesar de que algumas pessoas se atraem justamente por aquilo que elas mais detestam e por impulso acabam indo para a cama sem pensar muito.

E se isso ocorrer?

O cara é um babaca, você está bêbada ou alterada, como proceder?

Primeiro, se for querer entrar na chuva para se molhar mesmo, tacar o terror, jogar o sutiã ventilador, certifique-se de pelo menos indicar ou pedir as coisas que fazem você curtir e sentir prazer no momento, não precisa agir ou fazer somente o que cara quer só porque ele está pedindo.

Ser mandona nestas horas ajuda, afinal tem cara muito cara folgado por aí, que vai agarrá-la, fazer uma meia dúzia de movimentos repetitivos e acabar com o encontro.

O importante se você entrou numa cilada é primeiro, sair dela se não estiver gostando.

Se você ainda não saiu desta situação e ainda está achando legal, pelo menos tente chegar ao objetivo, que é sentir o clímax da relação sexual, vulgarmente conhecida como gozar.

Mas ele não vai me achar uma pessoa qualquer?

Você realmente se importa com o que ele pensa, quando você tem os mesmos direitos básico que ele? Existem caras que  desde o primeiro encontro até o último pode tentar te privar de algumas coisas, se você se apaixonou justamente por um perfil deste, corra.

No final das contas você nem precisa focar no que realmente irá acontecer no primeiro encontro, basicamente se quiser tê-lo, apenas relaxe, muitas coisas podem acontecer.

Se vocês se encontrarem em lugar tranquilo, como num bosque, podem aparecer ets macacos fantasiados de palhaços de trás de um banco ou sair do buraco de uma árvore.

Se for um jantar, talvez vocês se animem um pouco, comam além do que deveriam e desçam as escadas do restaurante rolando, quem tem disposição para transar nestas condições?

Pode ser que vocês se encontrem em um bar tomem um porre coisas e caiam da cadeira juntos e derrubem a mesa. Chegando no apartamento não consigam subir as escadas e acabam dormindo  nas escadas mesmo.

Pode ser que vocês queiram passar a noite inteira conversando apenas.

Pode ser que ele não apareça! (Brincadeira!)São tantas variáveis em um primeiro encontro que você não tem como prevê-las, saber se irá rolar sexo é a menor das preocupações.

MAS EU QUERO SIM!

Coisas para você não se apavorar:

  • Ele pode não querer: Normal, o problema não é você, as vezes ele está inseguro ou sem vontade. Saiba respeitar o espaço do outro, afinal, quando um não quer dois não fazem. Você não precisa jogar a sua autoestima lá no chão só porque ele disse não.
  • Na hora h ele não se animou: Um fato totalmente normal em um primeiro encontro, novamente voltamos a ressaltar, o problema não é você, afinal nem todo mundo consegue ter uma ereção no primeiro encontro. É um corpo estranho, uma pessoa estranha, estímulos que nenhum dos dois está acostumado.

Isso requer pratica em conjunto. A prática faz a perfeição.

  • Coisas estranhas podem acontecer como ele ter alguns hábitos, manias e falar coisas bizarras. Se você não se sentir a vontade e for cortar o clima, peça para pausar, fala que não esta se sentindo a vontade e depois converse com ele, diga que não acha estimulante.

No fim das contas você não deve se preocupar com muitas coisas sobre o primeiro encontro, principalmente de ordem moral, sexo será o menor dos detalhes caso você comece na gostar da pessoa. Apenas tente se divertir e relaxe! É um encontro, não uma entrevista de emprego.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: