VALE A PENA SE VINGAR DE UMA TRAIÇÃO?

VALE A PENA SE VINGAR DE UMA TRAIÇÃO?
5 (100%) 1 vote

Descobrir uma traição não é fácil e isso pode deixar qualquer um fora de controle. Você fica se perguntando “Onde foi que eu errei?” e “Como isso pôde acontecer comigo”. É natural que você se sinta em um conflito de emoções, tristeza, raiva, indignação. É com muito choro, sensação de humilhação e confusão, que pode ser que você pense que a vingança seja a melhor forma de dar a volta por cima. Mas será que vale a pena se vingar de uma traição?

O melhor é perdoar e esquecer

Se você anda se sentindo com dor, culpa e ressentimento depois da traição, é melhor perdoar e se sentir livre desses sentimentos de dor e raiva. É natural que tudo tenha desmoronado e você não saiba muito bem o que está acontecendo com a sua vida. Mas você deve se perdoar e considerar perdoar aquele que te machucou. A sua cabeça, coração, alma e até seu corpo precisam de um descanso e perdoar e tentar se afastar é sempre uma boa forma de resolver isso.

Ver Também:É possível perdoar uma traição no começo do relacionamento?

Claro que perdoar não é a mesma coisa que esquecer, mas ficar com aquele pensamento fixo, remoendo a traição e pensando em vingança também não vai resolver nada e não te deixar melhor. Pensar em vingança não livra a pessoa do que ela fez, mas está permitindo que seu coração já tão machucado, sofra mais ainda.

Perdoar não é fácil, é difícil deixar para trás todas as magoas e ressentimentos que existem com a traição dentro de um relacionamento. Perdoar pode te trazer uma sensação de que relação mais saudável com o companheiro e de vida que segue.

Vingança traz uma satisfação, mas não é para sempre. Talvez não valha a pena.

A vingança traz uma sensação boa e pode deixar seu coração mais feliz, mas isso vai ser só por um tempo. Você não está dando a volta por cima, sendo superior, está apenas se igualando ao erro que tanto te machucou. Isso não faz bem para você e nem para ninguém. Claro que no começo, a sensação que você vai sentir é boa, vai te fazer esquecer por um tempo a dor. Mas você pode achar que vai te deixar melhor, então tente.

Pode ser que alivie a dor e o sofrimento por um tempo e sua cabeça e alma podem ficar mais tranquilas com isso. É legal lembrar que quando ao se vingar, o traidor vai se sentir quite com você, porque isso não é justo. Você não esperava a traição e isso foi muito doloroso. Pode realmente magoar o seu parceiro, que de repente traiu sem pensar, sem intenção de te machucar, mas você está se vingando porque pensou, planejou e tinha o objetivo de magoar mesmo. Se de alguma forma, você deseja continuar com a relação depois da vingança, você deve pesar todas essas questões.

Não esqueça que a vingança é com o parceiro. A amante não tem nenhum compromisso com você, então você não deve coloca-la na história.

Mas sempre pensa na possibilidade da outra pessoa nem se importar com quem você está, o que você está fazendo. A pessoa pode nem se importar com a sua vingança porque nunca gostou de você e por isso te traiu. As pessoas ficam juntas por tanto tempo por vários motivos e um deles é comodismo. Quando a pessoa trai outra é uma prova de que talvez ele não te ame mais. Resolver se vingar pode fazer com que você magoe uma terceira pessoa, que pode muito bem gostar de você e querer ficar com você por realmente gostar e não porque você está querendo se vingar.

Será que você deve dar uma nova chance?

Você deve pensar em tudo o que isso pode te trazer de bom ou de ruim. Quem sabe você consegue ser mais feliz sozinha? Ou quem sabe você não dar essa chance, te faça perceber que você não vive sem a outra pessoa. Se você resolver dar uma nova chance para pessoa, ela pode nunca mais te trair e o relacionamento viver em harmonia. Ou pode acontecer o contrário, da pessoa voltar a te trair.

Tem que se pensar se a relação estava boa antes da traição. As vezes o relacionamento já está desgastado cheio de desamor, sem cumplicidade e com outras formas de agressões. Se o relacionamento não estava bom, talvez seja melhor terminar de uma vez.

Antes de voltar, você pode dar um gelo para que o parceiro sinta a sua falta, se arrependa e quem sabe corra atrás de você. E isso pode dar uma sensação de vingança também. O parceiro pode demonstrar que realmente gosta de você. Mas nem sempre dá certo. O parceiro pode desistir e realmente ir embora.

Mas se você decidir que quer ficar com ele, pense se você realmente quer ficar com ele ou se é uma carência, necessidade ou pressão de amigos e familiares. Muitas vezes tem a sensação de que a vida nunca mais será a mesma sem a pessoa, você senta falta da rotina que tinham, sente mais falta da ideia da pessoa do que da pessoa em si. Se você já estava infeliz, a relação não vai melhorar de repente e as brigas irão voltar.

Mesmo que você decida continuar o relacionamento, lembre-se que você vai precisar engolir o orgulho e tentar passar uma borracha por cima de tudo de ruim que aconteceu e tentar começar do zero. É normal que a partir disso, você se sinta insegura, desconfiando de tudo. Traição não se esquece da noite para o dia, lembre-se disso. O parceiro também deve entender isso, não adianta voltar e a desconfiança dominar seus sentimentos, impedindo de vocês realmente terem um relacionamento bom.

É importante que ao decidir voltar, tenha-se noção de que uma cicatriz existe naquele relacionamento. Ou decide-se esquecer completamente ou termina. Nada adianta ficar remoendo a traição em todas as discussões, pois se torna refém da traição. Busque perdoar, esquecer e tentar ser feliz.

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: