Veja coisas que nunca podem mudar no seu casamento (O GUIA COMPLETO)

Veja coisas que nunca podem mudar no seu casamento (O GUIA COMPLETO)
Avalie esse artigo

Casamentos estáveis e efetivamente duradouros estão se tornando cada vez mais raros. Embora ter um relacionamento sério com alguém seja um dos maiores desejos de várias pessoas, a falta de compromisso e o foco apenas nas necessidades imediatas muitas vezes leva ao fracasso no matrimônio.

Diante disso, muitos casamentos acabam se transformando, ao longo do tempo, em apenas uma relação de aparências. Ambos ficam infelizes e vão descontar suas frustrações em traições ou no simples compartilhamento de um teto, sem o sentimento de amor verdadeiro.

E como evitar que isso aconteça? Bom, você já está dando o primeiro passo, que é se informar e refletir a respeito. Reavaliar constantemente as próprias atitudes e a do cônjuge é imprescindível. Além disso, dialogar e manter as características essenciais do início da relação também.

Por isso, hoje conversaremos sobre 10 dicas de coisas que não podem mudar em um casamento. Apesar do aprimoramento contínuo, que é natural das relações e dos seres humanos, alguns valores básicos precisam ser sempre constantes. Vamos a eles.

 

1. O respeito e o carinho

 

Gestos cordiais, amáveis e gentileza geram reações da mesma natureza. Aja com carinho e retribua gestos de carinho. Isso gera um ciclo virtuoso de boas atitudes e de respeito.

Crie o hábito de elogiar, de reconhecer as habilidades do seu cônjuge e evite críticas desnecessárias. Conversar sobre as pequenas imperfeições da pessoa amada com respeito é muito melhor do que simplesmente menosprezar ou esbravejar contra a sua postura.

 

2. O diálogo aberto e constante

 

Conversar de coração aberto e com clareza é outra coisa fundamental que deve ser constante em qualquer relação afetiva. Dialogar sobre nossos medos, frustrações, alegrias e qualquer outro assunto com quem se ama é um hábito que precisa estar sempre presente.

Sem ouvir e ser ouvido, não há como manter um casamento saudável. A famosa DR (discussão da relação), ao contrário do que comumente se afirma, designa maturidade e lucidez.

 

3. A resolução de conflitos e problemas em conjunto

 

Quando decidimos dividir a nossa vida com alguém, as conquistas e os problemas devem ser vivenciados juntos. E já afirma o dito popular que duas cabeças pensam muito melhor do que apenas uma, não é mesmo?

É importante debater em conjunto as situações que se apresentam no quotidiano, procurando resolver os problemas com as ideias de ambos.

 

4. A recordação dos bons momentos

 

O casamento é uma relação que se constrói dia após dia. E ela sempre carrega consigo uma história. Valorizar essa trajetória é primordial.

Guarde com carinho ao menos algumas cartas, cartões, fotos, ingressos de shows ou de filmes que foram assistir juntos, lembrancinhas de viagens e outros itens que lhe trazem boas recordações. Um mural ou porta-retratos pela casa também ajudam a trazer essas lembranças à tona.

Olhar para isso, remete aos tempos felizes que viveram juntos. Isso mantém o sentimento constante.

 

5. A paciência diante das diferenças

 

Eis um item que muitos têm dificuldade de colocar em prática. Conforme a intimidade se firma, nossa tendência natural é a de perder o filtro entre as nossas ideias e a boca. Acabamos falando mais do que devemos, especialmente quando perdemos a paciência.

É normal o casamento apresentar alguns desgastes e nem sempre conseguimos ficar quietas. Porém, procure respirar fundo e avaliar o seu posicionamento antes de falar algo de que vai se arrepender depois.

Não deixe que as diferenças sufoquem seu relacionamento com brigas frequentes. As diferenças ajudam a criar novas perspectivas e colaboram com o nosso crescimento pessoal.

 

6. A reflexão acerca da união

 

Mentalizar a união e refletir a respeito dela periodicamente é essencial. Pense nas qualidades que fazem ao pessoa ao seu lado especial. Pense nas suas qualidades que podem ser destacadas para que ele também lhe veja como uma pessoa única.

Inclusive analisar as experiências vividas por outros casais, até mesmo nossos pais, pode ajudar a perceber se estamos repetindo os mesmos erros ou acertos. Reavalie-se constantemente.

 

7. As atividades a dois

 

Saírem juntos para uma caminhada, para andar de bicicleta, para passear de mãos dadas… essas coisas que namorados fazem deve permanecer no casamento também. Manter a conexão do casal em diferentes momentos e espaços, fortalece os laços estabelecidos entre vocês.

 

8. O amadurecimento pessoal e da relação

 

Parece contraditório, mas uma das coisas que precisa permanecer sempre na relação é a mudança. Como assim? Ninguém deve se manter estagnado no tempo. O ser humano precisa crescer e evoluir com seus aprendizados e experiências.

Leia, informe-se, seja uma pessoa interessante e sempre interessada nas novidades. Esse tipo de atitude certamente ajudará você e a sua relação a amadurecerem.

 

9. Os objetivos e sonhos e comum

 

Todo casal começa a sua vida conjugal repleta de planos. Com o tempo, a correria do dia a dia pode atropelar esses sonhos e acabamos caindo na rotina. Quando o casal tem filhos, isso piora pois parece que a prioridade é apenas a responsabilidade acerca das crianças.

Nunca deixem de persistir naquilo que vocês sempre quiseram. Estabeleçam novos planos e objetivos juntos. E cuidado para não se apegar somente à desejos materiais.

Que tal conhecerem outro país? Ou aprenderem um novo idioma juntos? Se inscreverem num concurso de dança, já pensou? Mantenha a mente aberta e lembre-se que como dizia Raul Seixas, um sonho que se sonha sozinho é apenas um sonho. Mas quando almejamos algo juntos, se torna realidade.

 

10. A intimidade sexual

 

O sexo pode até esfriar com o tempo, afinal as borboletas no estômago e o desejo à flor da pele tendem a diminuir em qualquer relação. Porém, o sexo é uma necessidade fisiológica do ser humano e indispensável em uma relação amorosa. Esse é um dos momentos sempre únicos e constantes que vocês podem e devem compartilhar.

Se tem algo que está quebrando o clima a roubando o tesão de vocês, evitem. Um exemplo é a TV no quarto. Pesquisas afirmam que quem tira essa distração do ambiente íntimo do casal, acaba transando até duas vezes mais. Fica a dica.

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: