Vibrações positivas: maquiagem fresca e iluminada

Vibrações positivas: maquiagem fresca e iluminada
2.8 (55%) 4 votes

Tá todo mundo contando os dias para se jogar nas praias e espantar o branco conquistado dentro dos escritórios nos meses de inverno, mas há restrições e alguns cuidados que devem ser tomados, como o uso de protetores ou bloqueadores solares.

Nesta época do ano o sol atinge o país com maior intensidade e os dermatologistas são enfáticos: sol em excesso pode causar câncer de pele e a dica é a prevenção.

Uma das alternativas para fugir desse risco é usar autobronzeador, um creme que apenas colore a pele sem qualquer tipo de dano. Só é preciso tomar cuidados: passar o creme uniformemente para evitar manchas. Algumas pessoas também reclamam da cor meio artificial.

Ver também: Os 10 Melhores Mandamentos de Beleza Que Você Precisa Saber Antes de Completar 30

Pele dourada: cuidados, dicas e maquiagem

A maquiagem também pode fazer milagres e dourar qualquer semblante, até os mais pálidos. “Existem bases que dão tom bronzeado à pele e ainda a protegem dos efeitos do sol”, explica o maquiador Cayo Lanza, do Studio W.

Os especialistas também criticam o uso de câmaras para bronzeamento artificial e a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, criou regras bem rígidas para o seu uso – tudo para evitar o temido câncer de pele. Adepta da vida saudável, a cantora e apresentadora trata muito bem da pele, do corpo e da alimentação

É só Babi, a nova ruiva do pedaço, aparecer na telinha ou em fotos para os garotos (os grandinhos também) delirarem. Vaidosa, ela reserva na sua atribulada agenda horários sagrados para os seus rituais de beleza.

Diariamente, ela mesma faz o básico: limpa, tonifica e hidrata o rosto com cremes manipulados, especiais para sua pele branquinha e delicada. “Também uso um creme específico para a área dos olhos”, conta a ex-modelo.

Modelo perfeito da geração saúde, ela procura colocar no prato apenas alimentos saudáveis. “Como muitas frutas, folhas e fibras”, releva a musa. Está difícil, mas quando sobra um tempinho ela mesma gosta de preparar sua comida. “Minhas especialidades são saladas, sopas e massas com molho de tomate. Mas, ultimamente, só a Rose tem cozinhado. E ela manda muito bem”, revela.

Babi também é adepta da medicina ortomolecular, que prescreve vitaminas antioxidantes que amenizam a ação dos radicais livres – vilões do envelhecimento precoce.

Não é de hoje que a carioca (e rata de praia) se preocupa em proteger o rosto e o corpo dos efeitos nocivos dos raios solares “Desde a adolescência passo filtro antes de tomar sol”, diz. Nos últimos tempos, reforçou os cuidados usando filtro solar também nos lábios e no cabelo, além de um bom chapéu.

Máquina do tempo: anti-rugas que apagam os anos

A busca pelo rejuvenescimento e pela possibilidade de retardar os efeitos do tempo na pele conta com um grande aliado, os cremes anti-rugas. Eles ajudam a renovar as células superficiais para garantir brilho, maciez, vitalidade, hidratação e para apagar as rugas e manchas.

“Não há idade correta para usar os cremes anti-rugas pois estamos constantemente envelhecendo. Uma pessoa de 30 anos pode necessitar de um creme para hidratar ou clarear. Uma de 60, outro produto para rugas. No entanto, quanto antes iniciar o tratamento para prevenir o envelhecimento, melhor”, diz a dermatologista Denise Steiner.

Cada tipo de pele tem um creme anti-rugas mais indicado. Donas de peles oleosas devem escolhê-lo com muito cuidado para não correr o risco de espantar as rugas e ganhar espinhas. Peles secas devem procurar os que são altamente hidratantes. O tipo de formulação sempre deve levar em conta o tipo de pele, quadro de base, idade, ritmo de vida, estilo e aderência.

“Os adolescentes, por exemplo, tem acne e não devem utilizar produtos gordurosos.

Os indivíduos mais jovens devem usar concentrações mais baixas e os mais idosos, mais altas. O número de ativos também pode ir aumentando com o passar do tempo”, explica a dermatologista.

Os anti-rugas podem agir na irrigação, estimular as fibras de colágeno, relaxar a contração muscular, clarear e hidratar a pele – dependendo da necessidade de cada pessoa.

“A substância mais utilizada para o anti-envelhecimento é o ácido retinóico porque há mais trabalhos embasando seu tipo de ação. Ele melhora a textura da pele, clareia, promove melhor irrigação e formação de fibras. É utilizado em várias concentrações”, diz Steiner.

Vitamina C e vitamina E são outras grandes substâncias antioxidantes que neutralizam os radicais livres, bloqueando a ação do tempo na pele, prevenindo e tratando as marcas de expressão. Existem também agora as substâncias que relaxam as microcontrações faciais e promovem efeito de estiramento.

Botox é a nova arma para combater a acne

Todos os anti-rugas diurnos devem ser usados com proteção solar em pele extremamente limpa e hidratada para garantir resultados eficazes, sem chances de manchas. “Os produtos anti-idade que tenham ácidos devem ser usados à noite. Os antioxidantes e tensores assim como hidratantes e filtros podem ser usados pela manhã”, diz a dermatologista.

Peles avermelhadas e sensíveis reagem mais aos ácidos e fazem com que a concentração e freqüência de uso sejam menores. As fanáticas por botox podem dar seus pulinhos de alegria. A novidade é que a toxina agora é usada para amenizar as cicatrizes de acne.

O efeito dura cerca de oito meses, mais tempo do que a aplicação feita para amenizar rugas, e o tratamento é combinado sempre com outros procedimentos. A aplicação favorece o “esticamento” das cicatrizes porque deixa o músculo relaxado e esticado.

Segundo a dermatologista Carolina Ferolla, médica da equipe de dermatologia do Hospital das Clínicas de São Paulo, este tratamento é indicado para os casos em que a cicatriz é amenizada ao esticar a pele e resulta em melhora do aspecto de até 50%.

O pacote de tratamentos não pode ser feito por pessoas que ainda não controlaram a acne ou em peles negras. Além disso, as aplicações se estendem por aproximadamente três meses e exigem o uso de protetor solar para não deixar manchas. O preço varia de R$1,5 a R$2 mil e está disponível no Hospital das Clínicas, em São Paulo.

“Trato as cicatrizes da acne com um mix de opções. Acho que o botox é mais eficaz para áreas como a testa, bem pouco atingidas pelas acnes.  A aplicação do botox na bochecha, onde a acne é mais comum, pode causar uma paralisia dos músculos”, rebate a cirurgiã pós-graduada em medicina estética.

 

 

Clique Aqui para Deixar um Comentário Abaixo 0 comentários

Deixe uma Resposta: